13 casos de espionagem entre marcas que você usa

15:13

A espionagem industrial só joga mais lenha na fogueira entre Nike e Adidas, LG e Samsung, Samsung e Apple, GM e Volkswagen



1) McLaren X Ferrari
Nem a Fórmula 1 escapa. Em 2007, o ex-chefe dos mecânicos da Ferrari, Nigel Stepney, vendeu um dossiê de 780 páginas da escuderia para um projetista-chefe da McLaren, Mike Coughlan. Os dois foram expulsos do torneio. A McLaren perdeu todos os pontos que havia conquistado na disputa naquele ano e foi multada em US$ 100 milhões – o corretivo mais caro na história da F1! Stepney morreu em um acidente de carro em 2014. Conspirólogos acham que foi um assassinato de queima de arquivo.

2) China X Renault
Em 2011, a Renault afastou três executivos suspeitos de terem vazado informações sobre o projeto do carro elétrico Leaf, desenvolvido em parceria com a Nissan e o Estado francês e no qual foram investidos US$ 5 bilhões. Apesar de nenhum segredo tecnológico ter sido roubado, o presidente Nicolas Sarkozy disse que investigaria a participação da China no caso.

3) EUA X AirBus
A imprensa alemã denunciou, em 2015, que o Departamento Federal de Informações da Alemanha (BND) ajudou os EUA a espionarem empresas europeias, como a AirBus. Entre os dados vazados, estavam o IP de computadores e os números de celulares de mais de 40 mil alvos. Os EUA estariam desconfiados da parceria da companhia com os programas espaciais da Rússia e da China.

4) General Motors X Volkswageb
Em 1993, um ex-diretor da General Motors foi acusado de levar documentos sigilosos para a Volkswagen, onde passou a trabalhar. Um dos dados era um projeto de uma fábrica de caminhões e ônibus da GM que a Volks copiou no Rio de Janeiro. A empresa alemã teve de pagar US$ 100 milhões em indenização à concorrente.

5) Samsung X LG
Além de “vizinhas” em Seul, na Coreia do Sul, Samsung e LG competem ferozmente há quase 50 anos. Trocas de farpas são comuns. Em 2012, seis funcionários da LG foram detidos, acusados de terem furtado detalhes técnicos dos displays da rival. Segundo o site The Verge, eles teriam recebido US$ 168 mil pelos dados. Em 2013, porém, foi a vez de a LG acusar a adversária.

6) Kodak
O norte-americano Harold Worden não faliu a Kodak, mas bem que tentou. Ao se aposentar após 30 anos na companhia, levou consigo nada menos que 40 mil documentos confidenciais! Entre eles, desenhos e manuais técnicos. Com a venda do material, abriu uma firma de consultoria, mas foi detido em 1997 e obrigado a reembolsar a empresa fotográfica em US$ 53 mil.

7) LG X Philips
Em 2007, durante uma visita à fábrica da Philips em Manaus (AM), o coreano Yul Rae Cho foi reconhecido por técnicos da empresa… ele era gerente de qualidade da LG! Barrado, Rae Cho alegou que era recém-contratado na fornecedora coreana LPL, que atende as duas companhias, e estava sem seu crachá. A Philips abriu um inquérito, mas a LG negou qualquer envolvimento.

8) Mitsubishi X IBM
Na década de 80, as multinacionais japonesas Hitachi e Mitsubishi planejavam, separadamente, roubar projetos de supercomputadores da norte-americana IBM. Só não conseguiram porque ambas contrataram o mesmo espião… um agente do FBI disfarçado. Para escapar à punição, a Mitsubishi demitiu seus envolvidos a tempo. A Hitachi foi multada em US$ 300 milhões.

9) Apple X Samsung
Na maioria dos smartphones, se você der dois toques na tela, irá centralizar ou aproximar uma imagem. Os da Samsung são um bom exemplo. O problema? A Apple registrou esse e diversos outros recursos de interface como exclusivos do iPhone e do iPad. Ganhou uma indenização de US$ 1 bilhão por violação de patente – uma quantia inédita nesse tipo de caso.

10) Nike X Adidas
Em 2014, três designers da Nike se demitiram para criar um escritório cujo principal cliente seria a Adidas. Segundo o processo que a Nike abriu contra os caras, eles teriam prometido informações privilegiadas para a concorrente e ainda teriam copiado milhares de documentos da empresa, como testes de performance e estratégias de marketing. Além disso, um deles, enquanto ainda trabalhava na Nike, criou em segredo uma linha de calçados e roupas chamada Moonwalker, inspirada em Michael Jackson e que, segundo suas previsões, poderia render US$ 93 milhões em seis meses.

11) Barbie X Bratz
Durante anos, a Mattel, dona da Barbie, alegava que era a verdadeira criadora da boneca Bratz, lançada pela MGA, que sempre desmentiu. Em 2011, a MGA conseguiu dar o troco: não apenas reuniu provas de que a Bratz era realmente sua como também provou que a Mattel é que a espionava, com fotos tiradas por falsos funcionários. Inicialmente, a Justiça sugeriu indenização de US$ 310 milhões.

12) Unilever X P&G
A Unilever (dona de marcas como Dove e Lux) e a Procter & Gamble (lar de marcas como Gillette e Pantene) se copiam desde que iniciaram a “guerra dos sabonetes”, nos anos 90. Em 2001, detetives da P&G foram flagrados fuçando o lixo da concorrente em busca de novas fórmulas capilares. A Unilever não levou o caso à Justiça, mas pediu US$ 10 milhões.

13) Gillette X Bic
Sentindo-se subestimado onde trabalhava, o engenheiro Steven L. Davis quis se vingar. Como a linha de barbeadores Mach3, da Gillette, era terceirizada pela sua firma, decidiu vazar o projeto completo via fax para vários competidores, como a Bic. Se deu mal: a Bic não estava interessada no jogo sujo e usou essas mesmas mensagens para denunciá-lo ao FBI.

FONTES Livros A Elite do Crime, de James William Coleman, The Spycraft Manual, Barry Davies, Sticky Fingers: Gerenciamento de Risco Global, de Steven Fink; sites G1UOLFolha de S.PauloO GloboO Estado de S. Paulo,The New York TimesThe Huffington PostBBCDaily MailThe Guardian,FBITV GloboRecord; revistas EXAME, VEJA e Época Negócios
CONSULTORIA Eugênio Moretzsohn, ex-integrante da Inteligência das Forças Armadas, palestrante e consultor de práticas de segurança para empresas, e Instituto Euvaldo Lodi: Gerência Executiva de Competitividade Empresarial

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos