Novelas

Autores e suas novelas: Manoel Carlos

17:28

Nos sabemos de cor o estilo de cada autor de novelas sendo mais os da globo então vou fazer um post mostrando com cada autor interage em suas novelas

Manoel Carlos

ou simplesmente Maneco e seus  trabalhos são conhecidos por retratar a sociedade carioca neste período onde maioria se passa no bairro do Leblon
Dono de grandes folhetins tais como Felicidade, Sol de Verão, Baila comigo, Historia de Amor, Por Amor,  Laços de família, Mulheres Apaixonadas, Paginas da Vida, Viver a Vida e a sua próxima Em família... Suas novelas se passam entre núcleos da alta sociedade muito bem sucedidos e retrata de temas do cotidiano isto é, Homoxesualismo, Lesbianismo, agressão domestica, traição, câncer, preconceito racial, preconceito a idosos, alcoolismo e romances entre rapazes mais velhos e mais novos. E claro as suas Helenas. Em suas novelas se tornou marcante trilhas sonoras com grandes sucessos da Bossa Nova

Sobre suas Helenas

   "Só a Regina Duarte fez três. Eu também gostei muito da Helena vivida pela minha queridíssima amiga, já morta, a Lília Lemmertz, em “Baila Comigo”. Também me lembro muito bem da Vera Fischer, em “Laços de Família”, e da Maitê Proença, em 1991, em “Felicidade”, além da minha querida Christiane Torloni, de “Mulheres Apaixonadas”, e a minha mulata Tais Araújo em "Viver a Vida". Eu tenho Helenas muito boas. Dá para gostar de todas"

Um tipo de personagem marcante na trama do autor é o de uma menina revoltada, rebelde e muito difícil de lidar.
Esse tipo já foi vivido por Vivianne Pasmanter, como a nefasta Laura, de Por Amor que vivia para separar Marcelo, seu grande amor, de Eduarda. A vilã chegou a engravidar de Marcelo para separá-los, mas o amor deles foi mais forte. Além da nefasta Laura, Vivianne Pasmanter também viveu a personagem Débora, de Felicidade, a moça que, depois do reencontro de seu amor Álvaro com Helena, não deu mais paz a esta, tentando matar sua filha Bia, além de fazer ameaças e no fim tentar matá-la; pela atriz Deborah Secco em Laços de Família, como a rebelde Íris que infernizou a vida da sobrinha Camila por ela ter roubado o namorado da mãe Helena; por Carolina Ferraz como a rica e mimada Paula, capaz de qualquer loucura para manter seu relacionamento com Carlos Alberto; por Regiane Alves,em Mulheres Apaixonadas, como a terrível Dóris que maltratava os avós; por Danielle Winits como a ambiciosa Sandra que humilhava pessoas e pais por crescer subir na vida em Páginas da Vida; e por Adriana Birolli, como a invejosa Isabel de Viver a Vida, que tinha inveja das duas irmãs por estas terem mais atenção dos pais do que ela. Segundo ele, estes personagens são inspirados em sua filha, a atriz Júlia Almeida

Desenhos

TOP 15 Melhores Canções da Disney

01:34

#15-  Noite da Arábia


#14-Cinderela - Sonhar é desejar


#13-Alice no Pais das Maravilhas - No Meu Mundo


#12-Sentimentos são 


#11-No meu coração você vai sempre estar



#10-Hakuna Matata



#09-O Que eu Quero Mais é Ser Rei



#08- Quase lá



#07-NÃO DIREI QUE É PAIXÃO


#06-Um Mundo Ideal


#05-Tudo Que Desejar a uma Estrela 


#04-Vejo Enfim a Luz Brilhar


#03- Livre Estou




#02- Voce quer Brincar Na Neve




#01- Por uma vez na eternidade

Desenhos

Princesas a Disney, como as de "Frozen", refletem conquistas femininas e mudanças comportamentais

00:03

Princesas dos desenhos da Disney, como as de "Frozen", refletem conquistas femininas e mudanças comportamentais Disney/Divulgação
No começo, elas só queriam um príncipe para chamar de seu. Mas, de um tempo para cá, as chamadas princesas da Disney partiram em busca de aventuras fora de suas torres, conquistaram o direito de lutar entre os homens e se meteram a salvar o próprio reino.
Tudo isso faturando muito, mas muito dinheiro.
Da doce e submissa Branca de Neve de Branca de Neve e os Sete Anões (1937) às impetuosas Anna e Elsa de Frozen (2013), em cartaz nos cinemas, as heroínas do universo Disney, via de regra, espelham o papel da mulher na sociedade. Se Aurora esperava ser acordada com um beijo pelo príncipe encantado em A Bela Adormecida(1959), Ariel (A Pequena Sereia, 1989) decide ir atrás do seu homem, nem que para isso precise abrir mão de sua bela voz.
– Um dos maiores acontecimentos do século 20 é a revolução feminista, então essa mudança de comportamento das personagens não teria como ser diferente, principalmente porque os contos de fadas são, em parte, um reflexo da busca da identidade da mulher – explica o psicanalista Mário Corso. – E essa busca é constante, porque a sociedade está sempre mudando.
Se as princesas da Disney são hoje mais aguerridas, elas também são multiétnicas. Depois de uma série de garotas brancas e de traços ocidentais, surgiram uma princesa árabe (Jasmine, de Aladdin), uma chinesa (Mulan, de Mulan), uma indígena (Pocahontas, de Pocahontas) e uma negra (Tiana, de A Princesa e o Sapo). Trata-se de uma preocupação que responde a uma demanda da sociedade, mas que também contempla os cifrões.
 BRANCA DE NEVE - Branca de Neve e os Sete Anões (1937) Com bochechas rosadas e cabelos
 perfeitamente alinhados, o visual da princesa foi inspirado na atriz Hedy Lamarr, considerada à 
época a mulher mais bela do mundo. É salva de um sono mortal pelo beijo do príncipe.de um sono 
mortal pelo beijo do príncipe.lo beijo do príncipe.

CINDERELA - Cinderela (1950) Com cabelos louros, 
vestido de baile e sapatos de cristal, encarna o 
estereótipo oficial das princesas. É explorada pela 
madrasta, que a obriga a fazer todas as tarefas de casa. 
É salva dessa dura realidade ao casar com o príncipe.
AURORA - A Bela Adormecida (1959) Como o próprio nome diz, Aurora nasceu para 
iluminar a vida de seus pais. Criada como camponesa pelas fadas, dedica-se aos 
afazeres do lar antes de adormecer com um feitiço e ser salva com o beijo do príncipe.
ARIEL - A Pequena Sereia (1989) A sereia ruiva é ousada 
e se mostra determinada a se tornar humana e a casar 
com seu príncipe humano. Para isso, faz um acordo 
com 
a inimiga de seu pai, em que aceita abrir a mão de sua 
voz para conquistar um par de pernas.

BELA - A Bela e a Fera (1991) A princesa não se 
apaixona pelo príncipe, e sim pelo monstro. É esperta, 
gosta de ler, tem opinião própria e faz seus 
julgamentos. 
Sua teimosia faz dela uma das princesas mais reais da 
Disney.
JASMINE - Aladdin (1992) Fugindo à figura das moças brancas, magras e delicadas
, Jasmine é uma princesa persa. Entediada por ficar isolada no palácio luxuoso, vai 
até o mercado e se encanta por Aladdin, um ladrão de rua muito experiente.
POCAHONTAS - Pocahontas (1995) A princesa índia não corresponde ao estereótipo 
da moça frágil, que sonha em ser uma esposa ideal. É prometida em casamento para 
o maior guerreiro da tribo, mas não concorda com esse trato.

MULAN - Mulan (1998) A donzela chinesa é uma guerreira. Quando descobre que seu
 enfraquecido pai será integrado ao exército para lutar contra a invasão dos hunos, 
Mulan se disfarça de homem e vai para a guerra no lugar dele
TIANA - A Princesa e o Sapo (2009) A nona princesa da 
Disney é afro-americana e sonha em abrir um restaurante
 em Nova Orleans: ela sonha alto e trabalha para 
conquistar o que quer. Foi inspirada na personagem do 
conto O Príncipe Sapo, dos Irmãos Grimm.


RAPUNZEL - Enrolados (2010) Rapunzel exibe uma 
longa cabeleira loura e tem uma enorme curiosidade com relação ao mundo para além
 da sua torre solitária
. Sua vida muda quando cria coragem para explorar a 
vida lá fora.

MÉRIDA - Valente (2012) Com cabelos ao vento e nem aí para príncipes e casamentos
, a rebelde escocesa luta para controlar seu destino. Os ilustradores da Disney,
 porém, foram criticados por torná-la mais esbelta e delicada nos produtos 
licenciados.
Princesas dos desenhos da Disney, como as de "Frozen", refletem conquistas femininas e mudanças comportamentais Disney/Divulgação
ANNA e ELSA - Frozen (2014) Elas são irmãs e não escondem seus defeitos. Anna é 
desastrada, fala demais e age sem pensar. Elsa parece pronta para governar o reino,
 mas teme virar um monstro devido a sua incontrolável habilidade de criar gelo e neve.

– O fato de haver princesas árabes, índias, negras, ruivas e chinesas reflete tanto a globalização palpável pós-internet quanto também uma preocupação nitidamente mercadológica e financeira de a Disney ter visibilidade e empatia em diferentes e grandes mercados mundiais – analisa o crítico de cinema Christian Petermann.
Segundo a revista Forbes, em 2012 a franquia das princesas da Disney faturou US$ 3 bilhões ao redor do mundo – um número que fica ainda maior se for levado em consideração que sua trinca de personagens mais populares (Branca de Neve, Cinderela e Bela Adormecida) tem mais de 50 anos. Para Liliane Rohde, professora de Marketing e Comportamento do Consumidor da ESPM, o fascínio pelo arquétipo da princesa indefesa que espera pelo príncipe encantando ainda é muito forte entre as mulheres:
– Não importa o quão independente a mulher seja, a ideia de ser salva e provida por um homem não tem idade ou classe social. Daí que, se a mulher tiver uma postura, sapatinho e roupinha de princesa, o príncipe vai escolhê-la. Como resistir a isso?
Essa dualidade resiste. Mesmo princesas guerreiras de personalidade forte e que não se importam em arranjar um marido, como Mulan e Merida, querem impressionar seus pais.
– Ser uma princesa, ao final, é ser especial

Desenhos

“Frozen – Uma Aventura Congelante” vai virar musical da Broadway

23:35


Um dia após ser premiado como “Melhor Animação” no Globo de Ouro, os estúdios Disney anunciaram que ahistória de Anna, Elsa, Olaf e cia. irá para os palcos da Broadway.
Bob Iger contou a revista TIME que as negociações para que isso aconteça estão há todo vapor, mas eles não tem pressa para que isso aconteça.
“Nós não estamos exigindo velocidade, estamos exigindo a excelência.”
Lançado no dia de Ação de Graças, “Frozen” é o maior sucesso dos últimos 20 anos dos estúdios Disney arrecadando, até agora, 669 milhões de dólares nos Estados Unidos. A previsão é que a animação ultrapasse a bilheteria de “O Rei Leão” daqui alguns dias.
Além da trilha sonora, que é um sucesso de vendas, Iger disse que brinquedos, roupas e até um parque temático estão sendo planejados param o mercado baseados no sucesso do filme.

Glee

“Glee” vai se mudar de vez para Nova York já na 5ª temporada

23:34


“Glee” vai se despedir de Lima-Ohio ainda neste ano. A trama do seriado vai se mudar de vez para Nova York na segunda metade da quinta temporada.
Kevin Reily, um dos chefões do canal Fox, confirmou a mudança de foco da história em uma entrevista coletiva na Television Critics Association, e afirmou que nos despediremos de alguns personagens.
“’Glee’ vai se mudar exclusivamente para Nova York na segunda metade da quinta temporada. Criativamente seria ridículo se todo mundo se mudasse para Nova York. Nesta temporada, haverá a formatura, muitos membros do elenco seguirão em frente e alguns irão para Nova York”, declarou.
Para acalmar os fãs, o executivo garantiu que Sue Sylvester (Jane Lynch), que é com certeza a personagem mais popular, não será descartada. “Enquanto houver o seriado, haverá Jane”, prometeu.
Quanto aos personagens que não vão se mudar para Nova York, Reily disse que nós voltaremos a vê-los em episódios especiais: “eles sempre farão parte disso. Da maneira que planejamos a próxima temporada, nós veremos alguns rostos familiares de vez em quando de alguma maneira”.
Os produtores já estão programando uma reunião do elenco no episódio 100 da série. Nesse episódio especial, que vai ao ar no dia 18 de março nos EUA, os fãs poderão escolher as músicas a serem apresentadas.
A segunda parte da quinta temporada de “Glee” estreia no dia 25 de fevereiro. Vale lembrar que já foi confirmado que a sexta temporada da série será a última.

celebridades

Rihanna mostra que é gente como a gente em casa de professora que a hospedou de graça

23:29



Rihanna mostrou toda sua humildade ao visitar a casa de uma morada de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, onde estava para produzir um ensaio para a revista Vogue Brasil.
Durante a última segunda-feira, a cantora viajou para uma ilha na região de Angra dos Reis para uma sessão de fotos na praia e em um vilarejo de pescadores. Ela ficou hospedada na casa da professora Marília Raimundo, que disponibilizou gratuitamente sua humilde residência, de cinco cômodos e de frente para a praia, sem saber com quem seria o ensaio.
A professora ficou surpresa ao descobrir que Rihanna estava na sua casa e contou ao jornal Extra, que a cantora é uma das pessoas mais simpáticas e humildes que já conheceu:
“Quando a vi na minha frente, sentada na minha sala, não acreditei. Eu sabia que estava acontecendo um ensaio com alguma modelo importante ali, mas jamais imaginei que fosse com a Rihanna. Ela é muito simpática. Enquanto todos os membros da produção entravam na minha casa calçados, Rihanna fazia questão de tirar as sandálias e não quis sujar o meu tapete. Fiquei impressionada com a sua simplicidade e beleza.”
A cantora ficou das 11h30 às 20h30 na casa de Marília, que contou que Rihanna estava muito animada, dançando, cantando baixinho, ou comendo besteira, durante todo o dia:
“Não cheguei a oferecer nada para ela comer, pois ela estava com uma cozinheira e uma grande equipe. Tudo que ela pedia, eles traziam para ela. Mas até nisso ela é simples. Rihanna só comeu batata frita e não bebia”.
A moradora também disse que a cantora não tem estrelismos, que andava livremente e usou o banheiro de sua casa para se trocar:
“Ela andou livremente aqui em casa. Logo pedi para tirar foto com ela, mas a produção não deixou. No fim, ela foi quem veio tirar foto comigo. Nos falamos pouco, através de um intérprete, porque eu não entendo a língua dela, mas ela me tratou muito bem. Sou ainda mais fã. Foi um dia mágico”

celebridades

Tatá Werneck é a atração mais legal da Globo nos últimos anos

23:18


Eu não lembro de ver algo tão legal e divertido acontecendo na Globo há muito tempo. Tatá Werneck está fazendo história na emissora ao trazer seu humor, até então perigoso e doido demais, para a emissora carioca poderosa e conservadora.
É como se a informalidade, a loucura e a zoação da internet tivessem invadido a Globo pela primeira vez. Quando Tatá Werneck participa de algum programa, nada é igual ao que a audiência do mesmo está acostumada a ver na TV. Com ela não existe lugar-comum na hora de dar as declarações, não existe o monótono, não existe o chato. Dá sempre para esperar pelo pior, pelo mais engraçado, pelo mais inusitado. Nem Roberto Carlos foi poupado no especial de fim de ano da emissora.
Já viu o que aconteceu na madrugada do BBB 14 durante a participação da Valdirene, certo? De repente, todas as idiotices que nós gostaríamos de falar para os participantes e fazer na casa “mais vigiada do Brasil” Tatá fez.
De repente a novela não fica tão chata quanto antes. De repente o programa da Ana Maria Braga, da Fátima Bernardes ou do Luciano Huck fica mais engraçado e mais sem noção.
Eu fiquei com medo quando soube que Tatá Werneck iria para a Globo
Gostava muito do humor que ela fazia na MTV e nunca imaginei isso acontecendo do mesmo jeito em outro lugar. Imaginei que ela pudesse ficar mais limitada, que pudesse ficar com medo, que pudesse errar. Nada disso aconteceu. Nada. Zero.
Tatá Werneck continua fazendo o que ela sabe de melhor na Globo. A diferença é que agora o Brasil inteiro ama o que ela faz e não só a gente que viu tudo isso acontecer muito antes com os trotes na internet e com os programas de comédia na MTV.
O que Tatá está fazendo agora na Globo é raridade…
Um talento como o dela precisa ir longe, ser reconhecido e durar por muito tempo. Eu lembro da primeira vez que a encontrei. Valdirene tinha poucas semanas de vida e o sucesso já era estrondoso. Fui chamado para entrevistá-la para uma matéria de capa da revista GLOSS e precisava “investigar” se a Tatá continuava a mesma, o que tinha mudado na vida dela, se ela ainda era aquela pessoa espontânea, se estava com medo de tanta exposição, se a Globo tinha mudado algo. Pffff! Nada. Continuava intacta.
Aliás, o jeito que ela contava as fofocas de bastidores da emissora para a equipe da revista era hilário. Tinha gente que se dobrava de tanto rir. Uma pena que muita coisa não era apropriada para sair no papel.
Lembro que uma das minhas perguntas era sobre ela se tornar um “produto” da Globo. Até então, Tatá tinha aparecido somente na novela, mas eu queria saber se ela iria topar todos os convites para fazer qualquer coisa em qualquer programa da Globo. Por exemplo: se ela encararia um convite para a “Dança do Faustão”. A resposta dela foi: “Ué, claro! Por que não? Tem coisa mais legal?”.
Agora, depois dessa participação no BBB, eu entendo a resposta. Tatá Werneck está vivendo a vida louca na Globo. E a gente está adorando testemunhar.

curiosidades

10 livros que vão virar filme em 2014, mas você precisa ler antes

23:13


Em 2014 muita coisa boa vai chegar aos cinemas. Mas entre os diversos filmes programados para estrearem este ano, alguns são mais aguardados que outros por serem adaptações de livros de sucesso.
As adaptações sempre são uma polêmica, principalmente por causa das diferenças nas histórias apresentadas nas telonas. Isso não significa que os filmes são ruins. Mas para se ter uma experiência completa da trama, o melhor é também conhecer a fonte daquela história, ou seja o livro.
Por isso nós separamos 10 filmes que estreiam em 2014 que são adaptações de obras literárias, e que você precisa ler antes que cheguem aos cinemas:
“A Menina que Roubava Livros”, Marcus Zusak
a-menina-que-roubava-livros
Esse é para aqueles que leem rápido, pois o filme estreia logo mais, no dia 31 de janeiro. O livro é um sucesso mundial por causa de sua história emocionante que promete fazer muita gente chorar. Ele narra a vida de Liesel Meminger, uma garota que é adotada por um casal alemão durante a época da II Guerra Mundial. Após aprender a ler, ela se apaixona pelos livros e começa a furtar alguns deles, pois as histórias ajudam ela e seus conhecidos a fugirem do terror que vivem.
Estreia: 31 de janeiro
“Academia de Vampiros”, Richelle Mead
academia-de-vampiros
“Academia de Vampiros” é uma série de seis livros escritos escritos por Richelle Mead. A protagonista se chama Rose, uma garota metade vampira metade humana. Ela é a protetora de Lissa, a herdeira do trono dos Moroi, os vampiros bonzinhos que convivem em paz com os humanos. Enquanto enfrentam um clã inimigo, os Strigoi, que querem dominar o mundo humano, as duas precisam sobreviver àquele clássico cenário de ensino médio na Academia de Vampiros, um colégio que só os sanguessugas frequentam.
Estreia: 14 de março
“Divergente”, Veronica Roth
divergente
“Divergente” faz parte das trilogias futurísticas com uma protagonista forte, como “Jogos Vorazes”. A trama da série envolve ação e muitos segredos e traições, do primeiro ao terceiro livro. Se o filme fizer sucesso, podem se preparar para mais uma febre. Ele ainda traz a nova queridinha de Hollywood, Shailene Woodley, no papel da protagonista Tris.
Estreia: 21 de março
“A Culpa é das Estrelas”, John Green
culpa-das-estrelas
A trama emocionante é uma das mais esperadas do ano e é mais uma adaptação estrelada por Shailene Woodley. Este é o último e também o livro de maior sucesso da carreira de John Green. Ele narra a história de um casal adolescente que sofre com o câncer. Pode separar a caixinha de lenços ao começar a leitura.
Estreia: 6 de junho
“O Doador”, Lois Lowry
Doador_livro
Em uma sociedade perfeita, onde tudo que representa a desigualdade é eliminado, inclusive as cores, Jonas é o escolhido para se tornar o novo “receptor da memória”. Com isso, ele descobre toda a verdade sobre a sociedade em que vive. A adaptação para os cinemas conta com um elenco de peso: Jeff Bridges, Meryl Streep, Alexander Skarsgard e até Taylor Swift.
Estreia: 15 de agosto
“Maze Runner – Correr ou Morrer”, James Dashner
mazerunner-correr-morrer
O livro é o primeiro volume de mais uma trilogia de ação em um futuro pós-apocalíptico. Ele conta a história de Thomas, um garoto que acorda dentro de um elevador sem lembrar de nada e descobre que foi parar em um campo com outros 60 garotos, que vivem lá há 2 anos. No local há um labirinto que ninguém conseguiu solucionar até hoje, e dentro dele existem máquinas chamadas de “Grievers”, que podem ou matar os garotos que tentam atravessá-lo, ou dar uma injeção que faz com que eles recuperem a memória.
Estreia: 19 de setembro
“Garota Exemplar”, Gillian Flynn
garota-exemplar
O livro de Gillian Flynn foi lançado no meio de 2012, e em menos de dois anos já vai chegar aos cinemas pelas mãos do diretor David Fincher. “Garota Exemplar” é um suspense que conta a história de Nick, que se tornou o principal suspeito do assassinato da sua esposa, e agora ele precisa desvendar toda uma rede de mentiras em busca da sua inocência. Rumores indicam que o filme possui um final bem diferente do original.
Estreia: 3 de outubro
“Serena”, Ron Rash
serena-filme
O livro conta a história de uma mulher forte que ajuda o marido a se transformar em um dos reis da madeira no fim da década de 20 nos Estados Unidos. A protagonista será vivida por Jennifer Lawrence nos cinemas, e Bradley Cooper interpretará o marido dela.
Estreia: segundo semestre de 2014
“Livre – A Jornada de Uma Mulher Em Busca do Recomeço”, Cheryl Strayed
livre-filme
Este é um livro para aqueles que gostam de histórias de superação, redenção e de autodescoberta. Ele conta a história real de Cheryl Strayed, que, aos 26 anos, resolveu caminhar de Sul a Norte da Costa Oeste americana completamente sozinha. Ela relata toda a jornada que a levou a exaustão física e mental e quase a enlouqueceu.
Estreia: segundo semestre de 2014
“Jogos Vorazes – A Esperança”, Suzanne Collins
a-esperanca-jogos-vorazes
A última parte da trilogia de “Jogos Vorazes” chega aos cinemas no final de 2014. Porém, a história foi dividida em dois filmes, então, se você já tiver lido este livro, não precisará sofrer por mais um ano para conhecer o fim de Katniss e Peeta.
Estreia: 21 de novembro

Vilãs

“Malévola” com Angelina Jolie ganha novo trailer incrível

23:11



O aguardado filme da história da Bela Adormecida contada pela visão da vilã da história acaba de ganhar mais um sneak peek incrível.
No vídeo podemos conferir a comparação entre o clássico desenho com as cenas recriadas no filme. Como se sabe, Malévola é a bruxa na história que enfeitiça a garota pela eternidade, até ser acordada pelo beijo de um príncipe. Tudo isso só porque não foi convidada para o batizado da garota.

O filme chega aos cinemas americanos no dia 30 de maio.

Desenhos

Os vilões da Disney ficaram bonitos

09:54


Um dos leitores mandou por e-mail essa super dica e eu a achei fantástica! Um artista anônimo fez um redesign de vários vilões da Disney deixando-os mais bonitos e atraentes. O interessante é que normalmente os personagens ~maus~ sempre são retratados como pessoas feias e estranhas, e a gente sabe que na vida real as coisas não funcionam bem assim, né. Eu vi as imagens no 9gag e muitas pessoas lá estavam criticando “ai, mas para eles serem bonitos as mulheres têm que ser magras e os homens fortes? Que preconceito…”, sim, essa questão de padrão de beleza é uma discussão muito longa e não é o ponto aqui. O negócio é que todas as princesas (que são o símbolo da beleza nos desenhos) são magras e os príncipes são fortes, então essa pessoa que fez a adaptação só os transformou para o mesmo padrão. Então, sem análises sociológicas e antropológicas, vamos só curtir essas artes que ficaram lindas e muito bem feitas!
Obs: Eu revirei os quatro cantos do mundo da internet para descobrir quem fez as artes, mas não consegui, se alguém souber, deixe nos comentários, por favor!
disney capitão gancho
disney cruela
disney dr facilier
disney frollo
disney hades
disney jafar
disney rainha de copas
disney Shan-yu
disney ursula
PS: OMG JAFAR! Ele deve ter sido deportado por ser muito bonito pra Arábia.

Desenhos

O Insucesso da Disney - O Caldeirão Mágico.

22:06


 INTRODUÇÃO
A produção de Caldeirão começou em 1971, quando Ron Miller, diretor da Disney depois que Walt Disney morreu, comprou os direitos dos livros ‘’As Crônicas de Nárnia, digo, Prydain’’ e achava que ia fazer uma obra-prima com aquilo, algo que iria botar o estúdio no topo da cadeia alimentar mais uma vez, atrairia um público mais maduro á casa do rato, resumindo, eles estavam tentando fazer um filme adulto.
E durante todo este tempo, eles ficaram enrolando animadores como Don Bluth, Gary Goldman e outros animadores novatos da Disney para ‘’ensaiar’’ suas asas antes de abri-las para o Caldeirão, eles cansaram de esperar e Don Bluth mais 2 terços do departamento de animação foram embora e começaram á fazer seus próprios filmes, sem se preocupar com pais surtando porque seu filinho se assustou com uma batida na música num momento dramático do filme.
Quase sem animadores mas ainda determinado á cozinhar sua sopa no caldeirão (foi mal pela piada ruim) Foram recrutados mais animadores e assim que O Cão e a Raposa (1981) foi lançado, o fogo já tinha sido atingido, e assim o Caldeirão começou á ferver! (foi mal pela piada, denovo!)
Por 5 anos, 30 animadores trabalharam no Caldeirão e estavam fazendo o possível para fazer o melhor filme de todos, até que enfim, início de 1984, O filme estava quase pronto, com algumas cenas ainda tendo que ser coloridas, até que um monstro apareceu, um monstro inescrupuloso que não ligava para arte, sua lei como o novo chefe da Disney, era para fazer filmes mais rápido e mais baratos, ele olhou o filme e ordenou que cortassem 10 minutos, eles disseram ok então... e cortaram umas coisinhas que nem importavam tanto, mas quando ele viu o filme de novo, ele não estava satisfeito, ele foi e abruptamente estrupou o filme, cortando cenas de violência gráfica, que deixou o filme sem graça , os diretores do filme mandaram ele parar, ele disse ok, mas o filme deveria ser editado, e eles disseram, ok, e o filme foi parcialmente re-editado e re-animado por 12 minutos, virando uma sopa na qual seus ingredientes mais saborosos foram tirados por serem ‘’fortes demais’’, o nome deste indivíduo, é Jeffrey Katzenberg. MAS ISSO É ASSUNTO PARA UM OUTRO POST, OK?
Devido á tudo isso, o filme teve que ser adiado para Junho de 84 para o Natal de 85, durante esse tempo, eles investiram pesado na propaganda, eu não era nascido na época, mas julgando pelos pôsteres, anúncios e trailers e comerciais, eles investiram pesado pra  nesse filme, e assim, o grande dia tinha chegado, O Caldeirão Mágico tinha atingido as telonas!...
...e foi um fracasso dos grandes.
Sendo originalmente desenvolvido como um filme para 14, 16 ANOS (?!?...DISNEY!) o filme manteve muito de seu conteúdo assustador presente, alienando as mamães de plantão, assustando suas crianças de porcelanas, e convencendo todos em não assistir o filme, apesar de algumas críticas positivas, o filme foi um fracasso total, perdendo para o filme dos Ursinhos Carinhosos (ODIOO) que saiu no tempo, arrecadando 21 milhões numa verba de 25 milhões, o filme foi lançado em VHS em 1998, 13 anos depois, em DVD em 2000 e uma edição especial furreca em 2010, sendo totalmente esquecido pela Disney, e ainda sendo reconhecido como o ‘’Insucesso’’ da Disney.
HISTÓRIA DO FILME
E agora, finalmente chegamos na história do filme, tomara que você já não esteja entediado com o meu blá-blá-blá, eu só gosto de bastante informação.
Na Mística terra de Prydain, visinha da Terra-Média, Nárnia, e Hyrule, havia um rei tão filha-da-puta que ninguém gostava dele, então jogaram ele num caldeirão e agora esse caldeirão tem o poder de ressuscitar guerreiros e dominar o mundo seja lá qual idiota o possuir ( ? ).
 
TÁ-TÁ-TAAAAAHHHH!!!!!...que seja.
Depois desse prólogo, começamos com o nosso típico dia normal, numa casa normal, habitada por um feiticeiro normal e um garoto-genérico-xexelento-quero-ser-herói normal, ele é Taran, e quer viver grandes aventuras, esmagar crânios de caras maus e comer tortas de princesas...hmm...
MAS NO MOMENTO, ele tem que cuidar de uma porquinha chamada Hen Wen, que por alguma razão, na dublagem brasileira ela é chamada de Vem-Vem.... eu não entendi.
Ela sente um distúrbio na força enquanto Taran á da um banho, e Dallben á faz mostrar uma visão que revelava que um otário chamado The Horned King, ( ou ‘’o rei dos chifres’’, já que ‘’o rei chifrudo’’ seria meio ridículo) que está procurando o Caldeirão Negro para dominar o mundo...É CLARO! E ele também sabe do poder da porca...como?)
Dallben caga nas calças e manda nosso herói esconder a porca longe dali, e rápido.

Note que já estamos 9 minutos no filme e já movemos para o segundo ato, uau, e eu pensando que o desenho do Senhor dos Anéis era apressado.
Depois disso, Taran leva Hen Wen consigo e não para de falar sobre o quão fodão ele vai ser em proteger esta porca, só pra perde-la enquanto fantasiava sobre ser o próximo rei de sei-la-o-que.



Belo trabalho herói!


Durante sua busca, Taran acha um bichinho chamado Gurgi!



 mas isso não importa, depois de 2 minutos de ‘’me dá a maçã e onde está minha porca’’ Taran ouve Hen Wen gritando em agonia e vai ao resgate, resultando em uma cena de ação bem intensa considerando os padrões da Disney.
Isso se não fosse pelo moleque gritando ‘’CUIDADO!’’ ‘’VEM AQUI HEN!!’’ ‘’POR FAVOR, NÃO!’’ e o meu favorito, ‘’DEPRESSA HEN!’’ sério, quem pede para alguém se apressar quando está sendo perseguido por algo que quer te matar? Ainda mais desse jeito?
Que seja, Taran perde a porca para os piteros e aí...EITA!
SANGUE! EM UM FILME DISNEY! Diversão para toda a família!
Belo trabalho herói, não conseguiu proteger um porco. Mas isso não importa! Pois agora seremos introduzidos ao vilão do filme, O REI CHIFRUDO!
Puxa vida, concerteza estavam mirando para 16 anos.
Mas isso não importa, logo a cena acaba e o povo se pergunta, ‘’só isso para introduzir o vilão?’’ e eu digo, sim.

Que seja, Taran infiltra no castelo, e vai para o salão de festas, onde o Rei aparece.


Hmm...
Uau.
Meu...
Nossa...concerteza estavam tentando fazer isso um filme para 16 anos, e olha que estão introduzindo o vilão pela segunda vez, mas desta vez com uma...


...ENTRADA TRIUNFAL!
Foi mal, foi só o que conseguir pensar...
Mas, com o herói burro que temos, ele deixa ser descoberto e agora é obrigado á mostrar pro vilão onde está o Caldeirão...
Não antes de dizer ‘’FODA-SE’’ e sair correndo que nem um abestado, resultando em outra seqüência de ação intensa,
Taran consegue fazer com que Hen Wen fuja...
Mas não antes de ser capturado pelo bichinho-de-não-sei-o-quê do chifrudo.
Num momento de puro FAIL, alguém aparece para aumentar o astral de nosso herói xexelento...
Uma Princesa! PUXA...imagine...uma princesa num filme Disney, o nome dela é Eilonwy, que na dublagem brasileira eles nunca pronunciam direito, e aparentemente, não sendo um filme pra criança originalmente, esta ''Princesa'' só tem no nome.


Tem também uma bolinha brilhante que é esquecida pra sempre nesse filme e só volta no final sabe deus o que houve.
Que seja, Taran acha uma espada, e com essa espada ele fica doidinho e agora está fantasiando porque agora tem uma espada fodona e isso quer dizer que agora ele é fodão!
Entende?
Depois disso, nós somos introduzidos ao Fflewdur Flam, ou o (Deus...) FLORES FLAMA na dublagem em português. Eu me pergunto....POR QUÊ? QUE TRADUZIU ESSES NOMES?

Bem, isso nem importa, agora eles tem que fugir do castelo, e fogem! Simples assim! E é nessa parte onde ouve vários cortes mostrando Taran fatiando inimigos com sua espada, estranho, né? Sem essas cenas, parece que ele só usa a espada como decoração.
Depois de mandar os pterodáctilos procurarem os nossos ‘’heróis’’, eles estão conversando numa floresta da vida, seilá, até que eles começam uma discussão ou sei-lá o que, eles se separam, e o que parecia que o taran iria se perdoar por ter trollado Eilonwy, ele diz:
‘’Pelos menos estamos todos a salvo...’’
....
Mas eles são puxados á atenção dos gritos de Fflewdurr que está sendo atacado por algo!
Oh, é ele denovo. Mas pra ser justo com esse filme, é uma cena bem engraçada, eu ri.

Ainda puto por ter o deixado na mão na frente de Mordor, Taran deixa Gurgi o guiar para onde Hen Wen tinha ido.
E assim, somos introduzidos as FairFolk, que por alguma razão, são chamados de ELFOS na dublagem brasileira....( ? )
Eu vou te contar, esta cena é muito chata, então eu vou resumir o que acontece nela: O quarteto fantástico vai para baixo do redemoinho e para num lugar onde fadas acharam Hen Wen e prometeram a levá-la á Dallben (uau já tinha esquecido dele) enquanto Taran descobre a localização do Caldeirão Negro, e quer tentar o destruir, como diz esta brilhante mensagem de motivação:

‘’se o rei dos chifres o encontrar, ele vai MATAR A TODOS NÓS.’’
É bom ver que está sendo positivo em relação á isso, garoto.
Ah é, também apareceu esse carinha aí, que junto com a bola brilhante da princesa, é outro personagem inútil que é logo esquecido.
Assim, nosso grupo de heróis chega aos pântanos de morva, onde acharam uma cabana com três bruxas que enganaram Taran e trocaram a espada dele pelo o caldeirão negro, que era indestrutível....nosso herói, pessoal.
E é aí onde presenciamos o humor deste filme, que estava sendo feito originalmente para 16 anos.
É isso aí.


Depois de todo aquele lenga-lenga, o filme decide que Doli não é mais importante e ele vai embora, Taran perde sua alto estima, mas antes de sequer sentir o cheiro de torta de princesa, os carinhas maus aparecem e capturam nossos heróis menos Gurgi, que fugiu.
assim, o chifrudo toma controle do caldeirão e agora está pronto para fazer sua sopa!



Ele se dirige a um corpo numa mesa (?)


E tira o lençol de cima...


...Que vira um esqueleto (?)....


...E agora do nada tem sangue no caldeirão.
SANTA COERÊNCIA! E VOCÊS DUVIDAM DAS CENAS CORTADAS?
Além dessas cenas sutilmente cortadas, há também uma cena onde o vestido da Eilonwy é rasgado mostrando breve nudez....ELES TENTARAM TRANSFORMAR UMA MENINA DE 14, QUE NEM SEIOS TEM, EM MATERIAL PARA PUNHETA?....DISNEY!!!11!
Ok, eu tenho que admitir, os efeitos usados quando o caldeirão é acionado são bem impressionantes, e eu não vou dizer ‘’para o tempo’’ porque quem olha para um desenho animado antigo e acha animação boa para o tempo? concerteza acha que a animação de hoje em dia seja uma obra-prima e 100 vezes melhor que a antiga.
Faz perfeito sentido.
Hmm...
Olha, eu acho que você não devia...


Bem que eu disse.
E essa cena, senhoras e senhores, é o exemplo concreto de que várias cenas foram cortadas, por exemplo, a gente vê o cara que espetou a lança denovo? Eu não. É aqui onde foi deixado óbvio que cenas foram cortadas, pois o áudio ‘’pula’’ varias vezes, e também, a mais infamosa menção, uma cena deletada de um guarda que é atacado quando os esqueletos pulam encima dele
EIS O QUE ACONTECEU COM ELE!
E UM VÍDEO COM O AUDIO ORIGINAL!
DISNEY!
Continuando...



Nossos heróis temem  por suas vidas, embora eles nem estejam correndo perigo…
E Gurgi aparece para salvar o dia!
Mas Taran quer acabar com o feitiço do caldeirão pulando dentro dele...
...mas Gurgi corta o barato dele e pula primeiro.
Enquanto isso, o rei chifrudo se alegra pra chu-chu de ter finalmente conseguido trazer seu exército á vida...
...só pra eles morrerem denovo porque o Gurgi cancelou o feitiço, e olha que eles nem saíram da porta!
Aliás, como a alma de um rei mau, aprisionada num caldeirão, o dá poder de ressuscitar um exército de mortos? Isso faz sentido?
As coisas não parecem melhorar porque enquanto Taran observava o caldeirão trabalhando, o Chifrudo aparece puto da vida, como sei isso? Seus olhos estão vermelhos.
Mas isso não importa, nosso herói chuta o rei para o caldeirão...
...só para o vilão o pegar e jogar pra ainda mais perto de sua morte...
...só pra depois inexplicavelmente, num corte inexplicável, ele de repente ser sugado para o caldeirão.
Hmm...


Nossa...


Caraça...




DISNEY!
O caldeirão agora inexplicavelmente está parando de funfar e esta levando o castelo junto, nossos heróis escapam e vão para o litoral.
Lá eles encontram as bruxas novamente, que deram uma chance de Taran recuperar sua espada, mas ele recusa, e pede que elas tragam Gurgi devolta.
Elas fazem isso e vão embora.
Olha, eu vou te contar, esta é uma cena bem triste, considerando que é um filme da Disney, Taran segurando o corpo morto do Gurgi...
Ah...ele ta vivo...esqueci que é um filme Disney.
Olha, eu ODEIO esse negócio de ‘’ele morreu mas ele não morreu’’ em filmes animados, é só uma desculpa esfarrapada para um suspense xexelento e fraco (FILMES do Pokemon, eu estou olhando para vocês! eu chorei quando o Ash virou pedra, mas foi só aí.), mas nesse caso é uma exceção, porque elas de fato tinham trazido Gurgi devolta á vida, aliás, como ele sairia de lá vivo? E de novo, eles estavam mirando para 16 anos.

Ei, é a bolinha! Ela voltou!
‘’Você fez bem, meu garoto!’’
Ih! É o Dallben! Tinha esquecido dele, junto Hen Wen, a antiga ferramenta de história, e Doli, o inútil parceiro que só ficou no grupo por 5 minutos!



E assim, nossos heróis andam no pôr-do-sol (ou seria só a visão da Hen Wen?) e o filme acaba.
NOTA FINAL: 4.8 / 10.0
NOTA FINAL PARA UMA POSSÍVEL VERSÃO SEM CORTES: 6.8 / 10.0
ANÁLISE
Olha, eu vou te contar, este foi um filme muito ruim, pelo que você pode perceber nesse artigo, Personagens não são desenvolvidos, não ligamos pra eles, Taran não fez nada além de meter os outros em confusão só pra depois ganhar o título de herói no final, Eilonwy é sua típica cabeça de vento, Fflewdurr é um inútil, é só o que vou dizer, o Rei dos Chifres é só um manda-chuva que não faz nada a não ser sentar no trono e dar ordens, e os demais personagens são esquecidos completamente.
Mas, como eu já disse antes, os efeitos são muito bons, o brilho dos personagens são muito bonitos, já o mesmo não pode ser dito á animação, os personagens não tem peso, a atuação é muito exagerada á ponto de você querer rir, e não há sincronização labial entre a animação e os personagens.
E eu não estou surpreso que esse filme tenha fãs, eu entendo o que eles apreciam neste filme ou o que ele tentou fazer, mas se tem falhas, as vezes não dá para ignorá-las, é o caso desse filme, EI! E a Disney até sacaneou eles com um edição especial xexelenta que só vem com uma cena furreca e um jogo besta!
Bem, por isso é só pessoal, espero que tenham gostado dessa minha analise, e fiquem ligados para a minha próxima matéria,

Popular Posts

Postagem em destaque

As 14 Heroínas Mais Poderosas dos Quadrinhos

O mundo dos quadrinhos não é feito só de super-heróis. Na verdade uma das partes mais importantes deste universo fictício são mesmo as  s...

Posts mais vistos