A origem sombria dos contos de fadas

10:19

Quem nunca teve a curiosidade de saber das reais origens dos famosos contos de fadas da Disney? Do século XIX até hoje, os contos sofreram muitas alterações e perderam os detalhes sórdidos e muitas das mortes.
 
 
A Bela Adormecida em uma versão publicada em 1634, cai em um sono profundo quando fica com um pedaço de linho encravado debaixo da unha. Mais tarde, um rei acaba descobrindo o castelo onde ela está e fica tão apaixonado que abusa dela. Nove meses após a visita, ainda dormindo, ela dá à luz duas crianças. Uma delas tira acidentalmente o pedaço de linho da unha de princesa e ela acorda. Quando a rainha, esposa do rei, descobre a existência da princesa e seus filhos, ordena imediatamente a sua morte, mas acaba morrendo queimada pelo próprio marido, que se casa com a princesa.

Na versão original, a sereia troca a voz por pernas, mas cada passo que ela der será uma dor insuportável, como andar sobre espadas afiadas. Na esperança de conquistar o príncipe, ela dança para ele, mesmo em agonia. Ele se diverte, mas acaba se casando com outra mesmo assim. As irmãs da sereia lhe entregam uma adaga para matar o príncipe e explicam que se o sangue dele cair em seus pés, ela voltará ao normal. Ela tenta, mas não consegue matá-lo e acaba tornando-se espuma do mar.

Há a versão em que as irmãs adotivas cortam partes do pé a fim de encaixar no sapato de vidro e, surpresa: o acúmulo de sangue denúncia a armação. No final, elas têm os olhos bicados por pombas. OMG 'O' 

Existe a versão em que Rapunzel deixa o príncipe subir por suas tranças várias vezes e acaba grávida. Quando a bruxa descobre, corta o cabelo dela e, magicamente, transporta Rapunzel para longe, onde ela vive como um mendigo, sem dinheiro, sem casa e, depois de alguns meses, duas bocas famintas para alimentar. Quanto ao príncipe, a bruxa o atrai para a torre e depois o joga da janela. Alguns arbustos espinhosos amaciam sua queda, mas também arrancam seus olhos.

Antes de tudo, em outra versão menos conhecida, a Rainha Má é, na verdade, a mãe de Branca de Neve e não sua madrasta. A história que sabemos ainda omite que a rainha envia o caçador para trazer de volta o fígado de Branca de Neve e os pulmões, para que ela possa comê-los. Quando o príncipe encontra Branca, ela já está morta e ele decide carregar o corpo dela para que possa brincar em viagens. Porém, seu servo tropeça e desaloja a maçã envenenada da garganta da princesa e ela volta a vida. Mais interessante é a punição destinada à Rainha. Quando ela aparece no casamento de Branca de Neve, é forçada a calçar sapatos de ferro que estavam no fogo e dançar até cair morta. Pobre Rainha Má :T

Mas ainda bem que nós temos as versões da Disney e seus finais felizes, imagina só contar esses contos pras crianças? Eu ficaria traumatizada hahahahaha Se bem que já me contaram as versões da Rapunzel e da Pequena Sereia quando era criança e bom, prefiro mil vezes a da Disney <3
Um beijo e ate mais ;*

You Might Also Like

0 comentários

alguem comentou ? AAAH obrigada por comentar !!!

Popular Posts

Postagem em destaque

Série fotográfica sem tabus mostra como era ser jovem nos anos 70

Como fazer um registro fotográfico verossímil e autêntico dos jovens dos anos 70 sem cair nas armadilhas dos clichês? A resposta é o t...

Posts mais vistos