As aves mais bonitas do mundo

09:05


Neste artigo nós tentamos criar uma galeria com as aves mais belas do mundo, sabemos que são muitas e que não cometer injustiças é uma tarefa difícil. Portanto, contamos com a sua colaboração, enviando-nos sugestões, fotos de aves livres na natureza (não aceitamos aves em cativeiro) e que não estejam protegidas por direitos autorais. Para que nossa galeria fique o mais próximo possível da perfeição.


Araras



Arara Vermelha Arara Azul ai é tudo muito lindo!! Infelizmente hoje essas aves estão em extinção por causa da ganância do homem... Alguns grupos tentam recuperar a raça.

Faisão-Dourado

Faisão-dourado
Faisão-dourado por VozdoBerço, no Flickr


Iratauá-Grande
Gymnomystax mexicanus - iratauá-grande
iratauá-grande - Foto Flavio Guglielmino, no Flickr

O Iratauá-grande  é uma ave  passeriforme da família Icteridae.Presente no Brasil apenas na Amazônia, em Roraima, no Amapá e ao longo do Rio Amazonas e do baixo curso de seus afluentes, como o Tapajós e o Tocantins. Encontrado também nas Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador e Perú.


Ave do Paraiso

ave do paraiso
ave do paraiso por lindaluzinfinita, no Flickr

A característica mais marcante das aves-do-paraíso é a plumagem exuberante dos machos da maioria das espécies, utilizada como ornamento nos rituais de acasalamento. O grupo é típico da Australásia e está presente nas regiões tropicais do Norte da AustráliaNova GuinéIndonésiaIlhas Molucas. As aves-do-paraíso habitam principalmente zonas de floresta tropical e manguezais.

Pato Mandarim (wood duck)
Mandarin Wood Duck
Mandarin Wood Duck por Jason Paluck, no Flickr
O Pato mandarim ou  marreco-mandarim é natural da Ásia e pertence a mesma família  do pato-carolino, que vive em zonas pantanosas da costa oeste dos Estados Unidos. A espécie foi introduzida na Europa como animal ornamental de jardins.
O macho adulto desta espécie tem uma distintiva plumagem multicolorida e olhos vermelhos.A fêmea é um pouco menos colorida com partes brancas em volta dos olhos e na garganta.
Saíra-sete-cores


saíra-sete-cores (Tangara seledon) é uma ave da família Thraupidae  que pode ser encontrada em todos os estratos da floresta atlântica e nas matas baixas do litoral, onde é muito frequente.
Guará
Guará Ibis Rubra Pássaro Vermelho Amazônico floresta agua norte Bicho da Amazônia celcoimbra Belém Pará Brasil América do Sul Terra Fauna Amazônica Eudocimus ruber Ecologia  3

Guará Ibis Rubra Pássaro Vermelho Amazônico floresta agua norte Bicho da Amazônia celcoimbra Belém Pará Brasil América do Sul Terra Fauna Amazônica Eudocimus ruber Ecologia  3 por celcoimbra, no Flickr
Colhereiro
Colhereiro
Colhereiro por renate.hartfiel, no Flickr
Colhereiro é o nome comum a várias aves ciconiformes da família Threskiornithidae, que também inclui os íbis. Essa ave é conhecida pelo gênero Platalea e se distribui por várias espécies.

O colhereiro é uma ave pernalta de pescoço longo. O nome se deve ao formato de colher que o bico dessas aves possui. Com ele, a ave revolve o fundo dos ambientes aquáticos em que vive, em busca de alimento. Vive em pequenos bandos ou solitariamente e se alimenta de peixes, crustáceos, insetos e moluscos.
Tucanoaçú
TUCANUÇU (Ramphastos toco)
TUCANUÇU (Ramphastos toco) por Dario Sanches, no Flickr

O tucano-açú, também chamado de tucanaçú ou simplesmente tucano, que pode ter cerca de 66 cm de comprimento (incluindo o bico, que chega a 19 cm) e pesar pouco mais de 0,5 Kg, é o maior representante da família Ramphastidae. Sua maior característica é o desproporcional tamanho de seu bico, bem como seu colorido. O bico, apesar do tamanho e da aparência pesada, é leve, por não ser uma estrutura óssea maciça. Mesmo sendo oco, seu bico é muito resistente e útil para descascar frutos e intimidar outros animais. Seus pés possuem dois dedos dianteiros e dois traseiros, que lhe proporcionam excepcional sustentação nos galhos das árvores.


Curicaca

CURICACA (Theristicus caudatus)
CURICACA (Theristicus caudatus) por Dario Sanches, no Flickr
A curicaca é uma ciconiiforme da família Threskiornithidae. Seu nome popular é onomatopéico, semelhante ao som do seu canto, composto de gritos fortes. Conhecida também como despertador (Pantanal), carucaca, curicaca-comum, curicaca-branca e curicaca-de-pescoço-branco.

Distinguível pela coloração clara, asas largas e bico longo e curvo. Apresenta o dorso cinzento-claro, com brilho esverdeado, rêmiges e retrizes pretas; parte das coberteiras superiores das asas é esbranquiçada, formando uma mancha clara no lado superior da asa, visível durante o vôo. O macho costuma ser um pouco maior que a fêmea, atingindo 69 cm de comprimento e cerca de 143 cm de envergadura.

Canário-da-terra-verdadeiro
CANARIO-DA-TERRA-VERDADEIRO (Sicalis flaveola)
CANARIO-DA-TERRA-VERDADEIRO (Sicalis flaveola) por Dario Sanches, no Flickr

O canário-da-terra-verdadeiro, conhecido também como canário-da-horta, canário-da-telha (Santa Catarina), canário-do-campo, chapinha (Minas Gerais), canário-do-chão (Bahia), coroinha, canário-da-terra e cabeça-de-fogo, é uma ave admirada pelo canto forte e estalado e por isso é frequentemente aprisionada como ave de cativeiro. Graças a ação das autoridades e da conscientização da população, registros do canário-da-terra-verdadeiro vêm se tornando mais freqüentes nos últimos anos.


Tié-sangue
TIE-SANGUE (Ramphocelus bresilius)
TIE-SANGUE (Ramphocelus bresilius) por Dario Sanches, no Flickr
Ave símbolo da Mata Atlântica. Uma das mais espetaculares aves do mundo. O tiê-sangue (Ramphocelus bresilius), também conhecido como sangue-de-boi, tiê-fogo, chau-baêta e tapiranga, é uma ave sul-americana passeriforme da família Thraupidae. Reconhecida pela beleza de sua plumagem vermelha.

A plumagem do macho é de um vermelho-vivo, que lhe deu origem ao nome. Parte das asas e da cauda são pretas. A espécie apresenta dimorfismo sexual, sendo a plumagem da fêmea menos vistosa, de cor parda nas partes superiores e marrom-avermelhada nas inferiores.


Tico-tico-rei
TICO-TICO-REI (Lanio cucullatus)
TICO-TICO-REI (Lanio cucullatus) por Dario Sanches, no Flickr
O tico-tico-rei é uma ave passeriforme da família Thraupidae. Conhecido também como galo-do-mato, foguinho, tico-tico-rei-vermelho, vinte-um-pintado, tico-fogo, tico-vermelho, sangue de boi (Rio Grande do Sul), sangrinho(interior de São Paulo) e tico-tico-pimenta.

Medindo cerca de 13,5cm, tem tamanho semelhante ao do pardal, mas com coloração marrom escura na parte superior e vermelha nas partes inferiores e na cabeça, especialmente no macho, que apresenta uma coloração intensa e um topete vermelho com uma faixa negra. Ambos os sexos apresentam uma linha branca circundando os olhos. A coloração das fêmeas não tem tanto brilho e são mais pardacentas.

Creojá


Apresenta o dorso azul-cobalto, partes inferiores púrpura-escuro com colar azul cobalto na região peitoral superior e a maior parte das penas da asa e cauda negras. A fêmea tem coloração pardo anegrada. Têm em média 20 cm de comprimento.

Ameaçada de extinção no Brasil, apesar da proteção legal da espécie e das florestas de baixada do Espírito Santo e sul da Bahia. Tamanho populacional reduzido com probabilidade de extinção na natureza em pelo menos 29% em 20 anos ou 5 gerações.
BENEDITO-DE-TESTA-AMARELA
BENEDITO-DE-TESTA-AMARELA(Melanerpes flavifrons )

BENEDITO-DE-TESTA-AMARELA(Melanerpes flavifrons ) por Dario Sanches
O benedito-de-testa-amarela é uma ave piciforme da família Picidae. Também conhecido como benedito, bereré(Rio Grande do Sul), golelêim (Vale do Ribeira/SP), pica-pau-de-fronte-amarela, pica-pau-do-mato-virgem e rididico.

Tem cerca de 19,5 centímetros. Espécie multicolorida. Fronte e garganta amarelo-vivos, vértice posterior e nuca vermelhos no macho e pretos na fêmea; pescoço posterior, dorso superior e asas negros; dorso inferior e uropígeo brancos; peito superior pardacento; peito inferior e ventre vermelhos; flancos barrados de preto e branco. É barulhenta.
GRALHA-PICAÇA
GRALHA-PICAÇA (Cyanocorax chrysops )
GRALHA-PICAÇA (Cyanocorax chrysops ) por Dario Sanches
A gralha-picaça é uma ave passeriforme da família Corvidae. Também conhecida como acaé, cancã, gralha, gralha-de-crista-negra, gralha-do-mato e uraca.
O interessante da denominação científica desta espécie é a discordância!! A palavra chrysops que nomina a espécie significa “cabeça amarela ou dourada”. Onde chryso ou chrysun é amarelo ou dourado e, ops é cabeça. Entretanto, é a barriga da espécie que apresenta colocação amarelada.
Cisne

Os cisnes são aves aquáticas da subfamília Anserinae, que inclui também os gansos. No seu conjunto, formam o género Cygnus, sendo caracterizados pelo longo pescoço e por patas curtas
 A sua distribuição geográfica é diversificada, sendo os cisnes do hemisfério norte brancos, enquanto que os do hemisfério sul apresentam plumagem por vezes colorida. Os cisnes formam casais monogâmicos e constroem ninhos onde chocam entre 3 a 8 ovos. Se a nidificação falha, é comum os membros do casal de cisne procurarem outro parceiro, que as vezes pode ser do mesmo sexo e tomando o ninho das das próprias femêas e assim continuando a cuidar do ovo
No Reino Unido, todos os cisnes são de propriedade da rainha Elizabeth II, e se você machucar uma dessas aves será processado pela rainha em pessoa. Essa regra remonta ao século 12, onde os cisnes eram contados e examinados e foi onde a coroa reivindicou a propriedade dos cisnes para garantir o fornecimento de aves para banquetes

Pavão


A cauda dos pavões gerou o interesse de várias culturas, pela sua exuberância de cores e beleza das penas, e justificou a sua criação em cativeiro. Já foram criadas diversas variedades por seleção artificial que apresentam plumagem branca, negra, púrpura, entre outras cores.
No topo de cada fileira de penas do pavão você verá um ocelo redondo e brilhante, ou um pequeno olho. Ocelo deriva do latim "oculus", que significa "olho". Esses pontos iridescentes são o que dão a
Os pavões exibem um complicado ritual de acasalamento, do qual a cauda extravagante do macho teria um papel principal. As características da cauda colorida, que chega a ter dois metros de comprimento e pode ser aberta como um leque, não têm qualquer utilidade quotidiana para o animal e seriam um exemplo de seleção sexual. Quando o processo é bem sucedido, a pavoa põe entre 4 a 7 ovos, que chocam ao fim de 28 dias.
Os pavões preferem alimentar-se de insetos e outros pequenos invertebrados, mas também comem sementes, folhas e pétalas
Aguia


A águia pode ser não ser colorida e ter penas extravagantes, mas sua história de sobrevivência a torna talvez a mais lindadas aves, são as aves mais fortes e independentes do mundo.
Entre suas características possui um peso de até 6 kg, comprimento de até um metro, com uma envergadura de até dois metros, põe até três ovos a cada vez , o tempo de incubação dura 35 dias e atinge uma velocidade de aproximadamente 100Km\h. 

As águias são também símbolos utilizados em vários contextos e culturas. Segundo a mitologia, a águia realiza um ritual de renovação: quando o bico estiver fraco, ela irá bicar até seu bico cair, depois nascerá um novo, logo após, com esse novo bico, ela arranca todas as suas unhas velhas e moles, e, assim como o bico, nascerão outras unhas boas, e com essas unhas ela arranca todas as suas penas velhas, e também nascerão novas penas (ela faz esse ritual com mais ou menos 40 anos de idade). Uma águia vive em média 70 anos 

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos