Qual filme teve mais sequências: Sexta-Feira 13 ou A Hora do Pesadelo?

10:45


Quem leva a melhor na briga entre os dois megavilões das séries de horror é o mascarado Jason Voorhees. Até agora, seu Sexta-Feira 13 já contabiliza dez filmes desde que o original foi lançado, em 1980. Já A Hora do Pesadelo, protagonizado pelo “mestre dos sonhos” Freddy Krueger, teve sete produções entre 1984 e 1994. Entretanto, se considerarmos outros filmes em que os dois participam, essa aritmética horripilante aumenta ainda mais com o lançamento de Freddy X Jason. O thriller, que estréia no Brasil no fim deste mês, opõe os dois monstros modernos em uma batalha pelo título de serial killer mais mortal do planeta.
Na lista dos filmes com mais seqüências, destaque para outras franquias de terror, como Halloween e Hellraiser, que já chegam a oito partes. Além de contarem com um público cativo, essas séries se dão bem nas continuações porque geralmente são produções simples e baratas de filmar. O único que consegue vencer o reinado da crueldade é o agente secreto James Bond, que já invadiu as telonas 20 vezes – e a julgar pelo sucesso da última seqüência, Um Novo Dia para Morrer (2002), deve continuar a serviço da Coroa britânica por um bom tempo. Mesmo assim, se excluirmos as seqüências em série e considerarmos todos os filmes em que um determinado personagem aparece, o espião inglês perde para dois ícones do terror, Drácula e Frankenstein.

Segundo o Guinness, o “livro dos recordes”, o vampiro da Transilvânia apareceu até 2003 em nada menos que 162 filmes, enquanto Frankenstein protagonizou 117 produções. Além dos filmes de terror e dos de ação, outro campo fértil para continuações é a ficção científica, que conta com dois clássicos, Guerra nas Estrelas e Jornada nas Estrelas, e com o pioneiro Terror que Mata (The Quatermass Experiment), de 1954. Sua seqüência, Quatermass 2 (1957) – batizada em português de Usina de Monstros – foi a primeira a botar um número indicando a continuação no título original.
Reino do medo Só as aventuras de 007 têm mais continuações que as séries de terror
007 – JAMES BOND – 20 filmes
O espião britânico debutou nas telas em 1962, em 007 Contra o Satânico Dr. No. Desde então, seis atores já encarnaram o agente secreto: Sean Connery tem sete participações, incluindo uma refilmagem não-oficial em 1983. Roger Moore também atuou em sete filmes, Timothy Dalton em dois e George Lazenby em um. Pierce Brosnan, o atual titular do posto, já interpretou Bond por quatro vezes
JORNADA NAS ESTRELAS – 10 filmes
A saga da nave USS Enterprise nasceu como série de TV nos anos 60, que inspirou o longa-metragem Jornada nas Estrelas: O Filme, de 1979. Desde então, a produção já teve nove seqüências, com bilheterias garantidas por uma legião de trekkers, como são chamados os fãs da série. Nos Estados Unidos, o 11º filme da franquia deve estrear nos próximos dois anos
HALLOWEEN – 8 filmes
Em 1978, o diretor John Carpenter levou apenas 21 dias para rodar um dos maiores clássicos do cinema de terror: após matar sua irmã adolescente, o psicopata Michael Myers é internado num hospício, mas escapa e promove um banho de sangue durante o Halloween. O primeiro filme marca a estréia de Jamie Lee Curtis, filha de Janet Leigh, que protagonizou a célebre cena do chuveiro em Psicose (1960), de Alfred Hitchcock
COLHEITA MALDITA – 7 filmes
O filme original é uma adaptação de um conto do escritor Stephen King. Em uma cidadezinha de Nebraska, nos Estados Unidos, crianças cultuam uma entidade maléfica, que vive em um milharal, e acabam matando todos os adultos. Na primeira produção, de 1984, um casal de viajantes vive um pesadelo ao parar na cidade . Nas seqüências, os forasteiros seguem sofrendo na mão dos delinqüentes infantis
DESEJO DE MATAR – 5 filmes
O recém-falecido Charles Bronson (1921-2003) protagonizou os cinco episódios da série. O enredo é típico dos filmes de ação: abalado com a assassinato da mulher e o estupro da filha, o pacato Paul Kersey (Bronson) decide fazer justiça por conta própria em Nova York. Ao contrário de outras seqüências, a segunda parte demorou para ser lançada e só chegou aos cinemas oito anos depois do original
SEXTA-FEIRA 13 – 11 filmes
No começo da série, em 1980, todos achavam que o garoto Jason Voorhees tinha morrido afogado no acampamento de verão de Crystal Lake. Mas no segundo filme, no ano seguinte, ele reaparece para se tornar um dos maiores serial killers de Hollywood. O vilão já aterrorizou Manhattan, foi para o inferno e, não satisfeito, promoveu sua habitual carnificina em pleno espaço
A HORA DO PESADELO – 8 filmes
Freddy Krueger é um monstro com garras de metal e corpo queimado que atormenta os sonhos de um grupo de adolescentes. Aos poucos, os sonhos se tornam realidade e os dorminhocos começam a morrer. O primeiro filme, de 1984, trazia o astro Johnny Depp em um papel pequeno. Dez anos depois, na última seqüência antes do atual confronto contra Jason, Freddy ataca os atores do filme original
HELLRAISER – 8 filmes
Um cubo enigmático abre as portas de uma dimensão infernal, habitada pelos sádicos cenobitas, criaturas cujo maior prazer é causar dor. O mais cruel é o horripilante Pinhead, um demônio pálido, cheio de pregos na cabeça. O americano Clive Barker escreveu e dirigiu o primeiro filme, Hellraiser: Renascido do Inferno, em 1987. Desde então, a franquia já conta com sete seqüências
GUERRA NAS ESTRELAS – 5 filmes
Em 1977, George Lucas escreveu um dos maiores sucessos da história do cinema, com efeitos especiais que revolucionaram a arte. O diretor e produtor deve encerrar a série em 2005, com o Episódio III — sexta parte a ser lançada, mas a terceira na seqüência cronológica da história. Com uma forma peculiar de explorar a narrativa convencional, Lucas escolheu contar sua saga espacial começando pelo Episódio IV
ROCKY – 5 filmes
Em 1976, Sylvester Stallone escreveu e representou o papel que mudaria sua carreira, o do lutador de boxe Rocky Balboa. A produção arrebatou um surpreendente Oscar de melhor filme e ainda gerou mais quatro seqüências. A partir do segundo filme, em 1979, Stallone assumiu também a direção. Ele só deixou o cargo no episódio final, em 1990

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos