As maiores burradas das artes e da ciência

12:55

As maiores burradas das artes e da ciência



Acredite: mesmo os maiores líderes militares, cientistas e artistas do mundo já cometeram presepadas vergonhosas. Conheça 46 casos inacreditáveis de pisadas na bola...

Profeta chifrudo
No Renascimento, pinturas e esculturas de Moisés mostravam o profeta com chifres. Culpa de São Jerônimo, que traduziu a Bíblia para o latim no século 4. Só que havia um erro de tradução. O texto original dizia que Moisés desceu do Monte Sinai radiante (“karan”, em hebraico), mas Jerônimo entendeu “keren”, ou “com chifres”. Micão
Restauração destruidora
Restaurar uma obra é um desafio enorme, e às vezes mal-sucedido. Caso de A Batalha de San Romano, de Paolo Uccello, que perdeu sua riqueza de cores, e da estátua de Davi, de Michelangelo, que no século 19 foi coberta de ácido e ficou mais pálida do que originalmente. Se essas burradas ocorressem hoje em dia, poderiam virar memes como a de Cecilia Gimenez, a velhinha espanhola que, em 2012, resolveu repintar um quadro de Jesus e virou “ídala” nas redes sociais
Eva e Adão
Também no Renascimento, alguns artistas, por motivos morais, evitavam usar modelos mulheres. Para retratá-las, recorriam a homens e faziam os seios por cima depois. Muitos eram bons nessa técnica mambembe, conseguindo suavizar as diferenças. Outros, não. Caso de ninguém menos que Michelangelo, que fez várias mulheres com cara e corpo de homem. No teto da Capela Sistina, Eva é tão masculina como Adão. Poderia ser arte transgressora, mas era só o lado medíocre de um gênio. Que pena, um pensamento machista...

A CIÊNCIA NÃO É UMA CIÊNCIA EXATA
Galileu, Newton, Tesla… Mesmo os maiores cérebros da história já mereceram um zero
O estudante e o mestre
Em um de seus estudos mais importantes, Isaac Newton usou um valor incorreto para a massa da Terra, um dado conhecido desde a Grécia antiga. Ninguém percebeu até Robert Garisto, estudante da Universidade de Chicago, EUA, esbarrar no problema, em 1987. A princípio, ele achou que o erro era pegadinha de seu professor. Garisto ficou famoso e virou um importante matemático
Nossa, mas nem aparenta
Edwin Hubble, um dos maiores astrônomos do mundo, mudou a visão que temos do Universo. Mas, na hora de calcular sua idade, ele errou de longe e, em 1929, argumentou com insistência que o Cosmos não teria mais que 2 bilhões de anos. Depois, como bom cientista, encarou as evidências de que a conta não batia – afinal, na época já se sabia que a própria Terra tem 4,5 bilhões de anos
Peru tostado
O interesse do inventor Benjamin Franklin por eletricidade o levou longe demais. Disposto a entender como ela funcionava, ele eletrocutou animais, tentou reanimar uma aranha morta e serviu, em festas, perus fritos por descargas elétricas. Em uma dessas aventuras na cozinha, atingiu a si mesmo, desmaiou e desistiu de matar o bicho
Teste em queda livre
Os melhores inventores arriscam muito. Quando acertam, são incríveis. Quando erram… Foi o caso de Nikola Tesla, monstro sagrado da física. Ele se sentia mais leve quando respirava rápido demais. Em vez de subir em uma balança para checar se a sensação era real, pegou um guarda-chuva, subiu no telhado de uma casa e se jogou. Ficou muito machucado, mas sobreviveu, para o bem da ciência
Maré sem lua
Galileu Galilei também errou feio. Para explicar o movimento das marés, ele analisou a relação entre a Terra e o Sol, deixando de lado a força gravitacional da Lua (que é o que de fato rege o fenômeno). E ele fez isso de propósito: para Galileu, a Lua era assunto de astrólogos, não de cientistas sérios (apesar de os conceitos de astronomia e astrologia se misturarem na época). Errou por puro preconceito

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos