Fatos e Curiosidades sobre Gravity Falls

17:35




Gravity Falls uma série produzida por Alex Hirsch, original da Disney, feita para ser emitida pelo Disney XD e teve oficialmente duas temporadas.

Inspiração 



Alex Hirsch diz que a inspiração para a criação da série veio de suas viagens de infância para a cidade de Boring, no Oregon.
Em inglês, Boring pode ser traduzido como Entediante, mas Hirsch diz que isso era o completo oposto da cidade, já que, para ele, aquela era a cidade mais fascinante que existia, pois era onde passava suas férias e vivia suas próprias aventuras.
Entre a primeira e a segunda temporada de Gravity Falls, toda a equipe de produção realizou uma viagem pela costa dos Estados Unidos até a cidade de Boring e foram parando em todas as atrações turísticas. Isso enriqueceu os detalhes da animação e deixou o grupo ainda mais unido.
Outro detalhe interessante é que toda a história do desenho se passa na duração de um verão, que era o tempo que Hirsch e sua família ficavam na cidade de Boring.

Twin Peaks!

Além da infância de Alex HirschGravity Falls possui diversas referências à aclamada série dos Anos 90, Twin Peaks.
Inclusive, o criador da série, David Lynch, foi convidado para dublar Bill Cipher, mas acabou recusando.
Diversos dos cenários retratados em Twin Peaks foram recriados na animação e os próprios Dipper e Mabel são uma referência ao título da série, já que Twin Peaks e Twin Pines, os Gêmeos Pines, possuem o mesmo significado.


A maioria dos personagens são inspirados em pessoas reais!

Os próprios protagonistas da série, Dipper e Mabel, foram baseados em Alex Hirsch e sua irmã gêmea, Ariel Hirsch. Além deles, Tivô Pines também foi inspirado no avô dos gêmeos.
Soos Ramirez foi baseado em Jesus Chambrot, um colega de turma de Alex na CalArtsAlex dizia que todo mundo sabia que Chambrot era o cara mais velho da turma, mas ninguém sabia dizer, com precisão, quantos anos ele tinha.
Até mesmo Waddles, o adorável porco de estimação de Mabel, foi inspirado no porco de estimação de uma das roteiristas da série.

Vozes

Jason Ritter é o dublador de Dipper na versão original do desenho. Ele gravou o episódio piloto de Gravity Falls, mas como não sabia se a série seria aprovada pela Disney acabou fechando contrato para dublar outra animação.
Assim, os produtores teriam de procurar outro ator para emprestar sua voz para Dipper. No entanto, a série que Ritter dublaria foi cancelada e ele retornou para o elenco de Gravity Falls.
No caso de Mabel, desde o princípio, Alex Hirsch queria que ela fosse dublada por Kristen SchaalAlex já declarou que se a Disney não tivesse conseguido Kristen ele teria desistido da produção.
A atriz também já afirmou que Mabel é a personagem que mais gostou de fazer em toda sua carreira e que se identifica bastante com ela.
O próprio criador, Alex Hirsch, também dubla diversos personagens no desenho. Ele é a voz de Tivô PinesSoos RamirezBill CipherVelho McGucket e uma série de outros personagens menores.

Simbologia

Existem diversos símbolos, criptogramas e runas espalhados por Gravity Falls.
Alguns dão mais trabalho para serem resolvidos, outros são mais simples e alguns nem mesmo tem significado. Mas aqui estão alguns deles.
A letra H, que aparece diversas vezes pelos episódios é uma simples referência ao sobrenome de Alex Hirsch. O número 618, que também aparece em diversos episódios é uma referência a 06/18, o dia de 18 de Junho. Esta é a data de aniversário de Alex e sua irmã.
Quanto aos criptogramas, no final de cada episódio, cada um pode ser resolvido de acordo com um sistema diferente de criptografia.
Os episódios de 1 a 6 usam a Cifra de César, os episódios de 7 a 13 usam Atbash, os episódios de 14 a 19 usam A1Z26, o episódio 20 usa todos eles juntos e os episódios do 21 até os atuais usam a Cifra de Vigenère que deve ser resolvida procurando pela chave no episódio.
A chave pode ser encontrada ao se ouvir o final da abertura de trás pra frente.


Egocêntrico!

Além da letra H e de sua data de aniversário, o próprio Alex Hirsch aparece em TODOS os episódios da série.
Quando não surge como um personagem, ele pode ser visto em fotografias ou cartazes espalhados pelo cenário. Caso ele não esteja presente de nenhuma dessas maneiras, pelo menos podemos sempre encontrá-lo na abertura.
O rosto de cavanhaque, que aparece encoberto por outras fotos Polaroid durante a música tema, é uma caricatura de Alex Hirsch.


A abertura!

Apesar de possuir apenas 40 segundos, a abertura da série é uma verdadeira caça ao tesouro.
O tema está repleto de easter-eggs e nos mostra diversas pistas do que veremos nos episódios futuros. Mas, certamente, o momento mais intrigante é seu último frame.
A imagem traz Bill Cipher em meio a um círculo repleto de símbolos. Eles representam diversos personagens da série:
Ponto de interrogação: Soos Saco de gelo: WendySímbolo do chapéu do Stan: Stan Pinheiro: DipperEstrela da tenda da telepatia: Gideon Mão com 6 dedos: O diário e seu autor (Não iremos dar spoilers) Lhama: Pacifica Estrela cadente: Mabel Coração partido: Robbie Óculos: McGucket
Além disso, também podemos ver o célebre Konami Code à direita e uma mensagem criptografada que diz Stan não é o que parece!

Produção e Transmissão!

Apesar da animação de Gravity Falls não exigir nenhuma superprodução como a computação gráfica ou a interação dos personagens com ambientes reais (como acontece em O Incrível Mundo de Gumball), é inegável que seus traços são visualmente impecáveis.
Mas é na criação dos episódios que se encontra a magia da série. Alex Hirsch se reunia com os roteiristas e contava uma história base sobre como a trama deveria funcionar.
Depois disso, cada roteirista escrevia uma versão da história. Com todos os roteiros em mão, Hirsch reunia-se com o diretor-criativo e aproveitava as melhores ideias do grupo.
A partir disso, eles construíam um novo roteiro e o apresentavam ao artista conceitual, que desenvolvia os esboços para a equipe de animação. Esse esboço também era apresentado à Disney, que o revisava e exigia (ou não) alguma alteração.
Só depois de todas essas etapas, o episódio era produzido.
Disney não exigiu que a temporada fosse entregue dentro de um prazo e ia exibindo os episódios conforme eles iam ficando prontos. O problema é que cada episódio levava cerca de 6 meses para ser produzido.
Mesmo assim, a Disney não interferiu no processo de criação e deixou a equipe livre para trabalhar como bem queria.


O Fim?

Apesar de ter sido produzida pela DisneyGravity Falls também se une a Hora de Aventura e Apenas Um Show, do Cartoon Network, na lista de grandes animações modernas que deixarão saudades.
Apesar de seu ciclo ter encerrado, Alex Hirsch garante que já está trabalhando em um novo projeto ainda mais estranho e que tem alguns truques na manga para sua nova série, que será lançada pela Fox.
No entanto, o criador deixou as portas abertas e diz que gostaria de continuar trabalhando na série. Por enquanto, a Disney ainda não se pronunciou oficialmente sobre se continuará, ou não, a produção de Gravity Falls.
Só nos resta ficar na torcida para que Dipper e Mabel continuem tendo ainda mais aventuras sobrenaturais.


Penicest

Alguns Fans mais malucos da série possuem um ship pelo Dipper e pela Mabel, ignorando o fato de que os dois são irmãos e fazem fanfics ou fanarts sobre isso. O Ship também ignora o incesto e a idade de doze anos dos personagens.

Bill Poderoso

No episódio Tesouro Irracional, quando o Presidente Quentin se vangloria de aparecer na nota de -12 dolares, podemos ver claramente a imagem de Bill nela. No episódio "O Mistério da Mansão Noroeste", logo ao término, vemos o velho McGucket alertam Dipper sobre o apocalipse e logo em seguida, na parede da Mansão, pode se ver claramente um tapete com Bill e um possível apocalipse...

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos