Essa Teoria Conta Uma história sinistra por trás de Rugrats “Os anjinhos”

09:48




E lá vai mais teoria da conspiração, se tem uma coisa que eu gosto, essa coisa é teoria. Essas teorias obre desenhos acabam destruindo nossas infâncias, porém nos contam uma possível inspiração ou universo existente dentro da série.

Vem ver!

A teoria propõe que os bebês no desenho não existem, mas que seriam fruto da imaginação da Angélica, a criança mais velha ali. Seu relacionamento com o pai é bastante superficial, e sua mãe estava muito ocupada para lhe mostrar amor de verdade. Para lidar com sua solidão, Angelica inventou os Anjinhos e suas aventuras.





Angélica vivia em uma família ausente. Ela sabia que sua mãe insensível e seu pai parasita nunca lhe dariam um irmãozinho para brincar, por isso ela ansiava pelo nascimento dos filhos de suas vizinhas grávidas, que se revezavam para cuidar da garotinha enquanto seus pais resolviam o divórcio. 

Porém uma série de acontecimentos trágicos coincidiram para que nenhuma das crianças nascessem: 

*Chukie morreu durante o parto junto com sua mãe, justificando assim o fato do personagem Chaz (pai de Chukie) viver sozinho e ser tão nervoso. Depois disso, os pais de Angélica acharam conveniente distanciá-la da casa de Chaz, o que a irritou, fazendo com que ela imaginasse o bebê Chukie como sendo medroso e fraco.

*Tommy nasceu morto, o que levou seu pai Stu a se isolar no porão e construir inúmeros brinquedos para seu filho, ignorando o fato dele já estar morto. Com tantos brinquedos Angélica se sentiu beneficiada com a morte do bebê, e então imaginou Tommy como sendo um bebê divertido e corajoso.

*Os Deville tiveram um aborto antes mesmo de saberem qual o sexo da criança. Por isso Angélica imaginou dois bebês gêmeos, sendo um menino e uma menina.



Quanto aos “Os Rugrats Crescidos”, Angélica havia se tornado uma adolescente viciada em narcóticos que agravavam sua esquizofrenia e trazendo sua infância de volta num lapso entre o passado e o presente. Ela injetava em si ácidos frequentemente, achando que nunca conseguiria viver sem suas criações, que eram sua única companhia.

O único Rugrat que não era fictício era Dil, o irmão do bebê natimorto Tommy. No entanto, Angélica não conseguia notar diferença entre suas criações e o bebê, e em um de seus ataques de raiva por Dil não lhe obedecer, Angélica acabou batendo nele. Devido a isso, o bebê sofreu uma hemorragia cerebral, que só foi ficar mais clara quando ele fez 9 anos em “Os Rugrats Crescidos”. Inclusive, foi se sentindo culpada por esse acontecimento que Angélica se jogou no mundo das drogas.


Mas calma que não acaba aí!



Ainda existe uma outra teoria que alega que Chukie já era nascido e por isso ele tem uma aparência mais velha, e que ele teria morrido num acidente com a sua mãe, explicando o fato do seu pai ser um neurótico.

Então ele fez uma viagem  a Paris e conheceu uma prostituta chamada Kira, casou-se com ela e mudou para os EUA. Kira teve uma filha Kimi, mas ela foi levada porque o estado achava que Kira não era uma boa mãe. Como ela sentia falta da filha, sempre a punha em conversas alheias, o que fez com que Angélica escutasse estas conversas e juntasse os pedaços, assim então ela criou uma personagem mental da Kimi também.

Essa outra teoria ainda propõe que Charlotte não seria a mãe verdadeira de Angélica, mas que sua mãe teria morrido de uma overdose de heroína e que Charlotte seria apenas uma madrasta, uma mulher obcecada pelo dinheiro e pelo sucesso e por isso elas não tinham uma relação tão forte. 




 Nesta Teoria, Dil seria um bebê real e não uma invenção, como na outra.


Ele era o único bebê que não podia falar porque era o único bebê que não era uma invenção da imaginação de Angelica.
Angelica não conseguia entender por que ela não tinha nenhum poder sobre este bebê, como tinha sobre os outros. Ela não entendia por que ele não quis ouvi-la quando ela ordenou que ele parasse de chorar. Angelica o atacou e o feriu, repetidamente.
A briga mudou Dil tanto física quanto mentalmente.

Quando eles cresceram se tornaram pessoas completamente danificadas. Dil constantemente usa chapéus para cobrir as cicatrizes e os danos que Angelica causou em sua cabeça.
Como adolescente, Angelica segue os passos de sua mãe biológica e se torna viciada em vários narcóticos. As alucinações e personalidades inventadas de sua infância voltam para assombrá-la. E claro que ela continuou a alucinar sobre estes amigos e todos a sua volta a estranhavam por isso, mas Susie era a única amiga real dela e sempre tenta ajuda-la a sair dessa vida, tanto que até finge que os amigos imaginários dela são reais, afinal ela gostava muito da amiga. 

Depois de anos sem nenhuma menção dos “bebês”, Susie achou que Angelica estava no caminho da recuperação. Mas quando Angelica descobriu as drogas, voltou para seus antigos caminhos inventando histórias complexas na lanchonete sobre seus amigos imaginários, e acabou afastando Susie de uma vez por todas.

*Estas teorias foram feitas por fãs*




You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos