Quais celebridades supostamente fazem parte dos Illuminati?

21:37

Conheça algumas celebridades que, segundo rumores, ganharam fama e poder ao se associar à seita secreta. Quem são? Por que são? Quem entrou nessa sabendo, e quem é manipulado? Vem embarcar nessa viagem... 




Em suas mãos
Mais de 50 milhões de discos vendidos e 17 Grammys. Seria o sucesso de Jay-Z fruto de sua afiliação secreta? É o que alguns enxergam toda vez que o rapper é fotografado fazendo um triângulo com as mãos. Ele despista dizendo que é o símbolo de sua gravadora. Mas e os símbolos maçônicos nas roupas de sua grife?
Decifrando o nome
Beyoncé teria se casado com Jay-Z para turbinar a carreira e tornar-se a “primeira-dama” na Nova Ordem Mundial. Nesse sentido, ofereceu até a filha ao grupo: o nome Blue Ivy seria uma abreviação para “Born Living Under Evil,Illuminati¿s Very Youngest” (ou “Nascida Vivendo sob o Mal, a Caçula dos Illuminati“)
A princesa
Rihanna também é da turma de Jay-Z: sua gravadora, Def Jam, pertence ao rapper. Polêmica, ela não tem medo de alimentar os boatos: seus clipes têm muitos olhos e pirâmides e o vídeo da canção “S&M” até traz por escrito a expressão “Illuminati Princess”. Na capa de Rated R, ela aparece com a mão direita cobrindo o olho
Vendeu a própria mãe
Assim como Jay-Z, Kanye West saiu da miséria para uma fortuna incalculável. Pode haver mais do que apenas “trabalho duro” nessa história: ele mesmo cita os illuminati em “Diamonds”, de Rihanna. Uma gravação que roda a web inclui a suposta confissão de que a morte de sua mãe foi um sacrifício para lhe trazer fama.

Confissão à tinta
Segundo teorias, conforme envelhecia, Justin Bieber foi revelando pistas de sua parceria por meio das tatuagens. Ele fez uma coruja e um globo ocular no braço esquerdo. Também já foi clicado fazendo o símbolo do olho com os dedos ou tapando parcialmente o rosto (uma maneira cifrada de sugerir “o olho que tudo vê”)
Desde aquela época
Uma das principais influências no comportamento e no consumo infantil no século 20, o maçom Walt Disney teria sido uma peça-chave na Nova Ordem Mundial. Há quem identifique o número 666 camuflado em sua assinatura e a sugestão de um triângulo no castelo-símbolo de seu estúdio.

A nova geração
O que Britney Spears, Justin Timberlake e Miley Cyrus têm em comum? Esse trio de supostos “iluminados” começou a carreira em programas de TV da Disney. Eles fariam parte de uma estratégia da empresa para voltar a exercer influência sobre os jovens, depois que as animações tradicionais haviam perdido apelo nos anos 80 e 90.
Controle Mk Ultra
Teorias dizem por aí que existe um projeto para treinar estrelas para serem grande nomes da musica. Desde de que são crianças essas pessoas são submetidas à fama e super exposição da mídia, através de um controle cerebral, esse seria o controle MK. Para passar por isso as crianças são treinadas em meios envolvendo a mídia infantil (Britney Spears e Miley Cyrus na Disney, duas grandes estrelas que deram muita audiência para Disney), a partir disso a criança passará por um trauma e depois esqueceria tudo o que sabe e tomaria uma nova personalidade.
Britney Spears se destacou como o maior sucesso teen que já existiu trazendo um legado imbatível, com uma carreira promissora eleita pela Rolling Stones, Forbes e Billboard a princesa do pop, cheia de mistérios, controversas e escanda-los. O normal é a pessoa acabar despertando do controle MK uma hora ou outra e acaba se confundindo e perdendo a razão (O mesmo aconteceu com Mariah Carey, outra possível vítima do Controle MK Ultra). 2007 foi o ano para Britney, a lenda diz que foi nesse ano que ela se rebelou, a prova desse rebelamento seriam suas composições polêmicas para o barrado álbum Original Doll; datado de 2005/2006; e suas atitudes; quem convivia com ela alegava que ela assumia múltiplas personalidades, mas ela se recuperou e muitos juram que ela foi reprogramada ou pelo menos vive sabendo que é uma cobaia.
Madonna: é ou não é?
Recente música da cantora aborda a conspiração
O novo álbum de Madonna, Rebel Heart, inclui uma faixa chamada “Illuminati”. Não, ela não faz nenhuma denúncia – pelo contrário, ironiza a paranoia em torno do tema. Em entrevista à Rolling Stone, ela afirmou que muitos a acusam de ser um deles, mas que seus reais membros foram apenas os cientistas e filósofos do Iluminismo. Nem todo mundo se convenceu. O site Vigilant Citizen, que alega lutar contra “as técnicas de controle mental da mídia”, classificou a canção como “propaganda de desinformação” para despistar o público. Confira trechos da letra:
“Não é Jay-Z nem Beyoncé
Não é Nicki nem Lil Wayne
Não é Oprah nem Obama
Não é o papa nem Rihanna
Rainha Elizabeth ou Kanye
Não são pentagramas ou bruxaria
Não são triângulos nem pilhas de dinheiro (…)
O olho que tudo vê está vendo hoje à noite
É o que é
Verdade e luz
O olho que tudo vê está vendo hoje à noite
Nada a esconder (…)
Atrás da cortina da Nova Ordem Mundial (…)
Não é Steve Jobs ou Bill Gates
Não é Google ou os EUA”
Madonna poderia na verdade ser uma grande simpatizante da seita, a ponte de seguir piamente cada ordem dos líderes ou ser realmente uma grande líder Illuminati...

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos