PAITITI: A CIDADE DO OURO PERDIDA

16:19


As tradições orais Incas relatam um reino mágico escondido na selva amazônica, ao leste da área dos Andes em Cusco, Peru. Este lugar é chamado de Paititi: A Cidade do Ouro Perdida.
Ao longo dos anos, muitos exploradores, caçadores de tesouros e arqueólogos têm ido em busca da lendária cidade de ouro, mas encontrar este lugar misterioso está longe de ser algo fácil, pois a selva amazônica pode ser um lugar perigoso e inóspito. Tráfico de cocaína, extração ilegal de madeira e mineração também são abundantes nesta parte do Peru, e muitos exploradores que se aventuram por estas bandas, acabam sumindo no local e nunca mais ouvimos falar deles. Esta é a razão pela qual muitas pessoas morrem a procura de saber mais sobre Paititi.

A História de Paititi – Cidade do Ouro

A localização de Paititi permanece um mistério.


De acordo com uma lenda, Paititi foi construída pelo herói Inca Inkarri, que fundou a cidade de Cusco, antes de se retirar e ir para a floresta, logo depois da chegada os conquistadores espanhóis.
Quando os espanhóis entraram em Cusco, eles saquearam ouro e prata, mas eles só encontraram uma pequena parte do que existia na capital Inca. O verdadeiro tesouro de ouro nunca foi encontrado. Este tesouro foi escondido pelos Incas antes da chegada dos conquistadores.

O arqueólogo Mario Polia descobriu
os relatos do missionário Andres Lopes s
obre Paititi, a Cidade do Ouro.
Mas existe mesmo um enorme tesouro todo de ouro escondido em Paititi? Em 2001, o arqueólogo italiano Mario Polia descobriu o relato de um missionário chamado Andres Lopez nos arquivos do Vaticano. No documento, que data de 1600, Lopez descreve em grande detalhe, uma grande cidade rica em ouro, prata e jóias, localizada no meio da selva tropical, chamada pelos nativos de Paititi. Lopez informou ao Papa sobre sua descoberta e o Vaticano manteve o local de Paititi em segredo por décadas.




A partir do ano de 2001, uma equipe finlandesa/boliviana investigou a perigosa selva por dois anos. Eles encontraram algumas ruínas intrigantes perto de Riberalta, na Bolívia, que continham fragmentos de cerâmica Inca, mas nenhum ouro, prata ou qualquer outro tesouro foi encontrado pelos estes exploradores.

Em 2008, uma agência de notícias estatal do Peru informou que “uma fortaleza arqueológica” havia sido descoberta no distrito de Kimbiri e que o prefeito do distrito estava sugerindo que a tal fortaleza era a cidade perdida.
Mayor Guillermo Torres, o explorador em questão, descreveu as ruínas de uma fortificação de aproximadamente 40.000 metros quadrados, perto de uma área conhecida como Lobo Tahuantinsuyo. A descoberta era intrigante, sem dúvida, mas especialistas não estavam colocando muita fé que o lugar era de fato a lendária cidade.
Em 1984, o lendário explorador Greg Deyermenjian, começou a explorar a área norte e nordeste de Cusco. Em 1994, Deyermenjian e sua equipe se juntaram ao principal explorador do Peru, Dr. Carlos Neuenschwander, este que já vinha realizando sua própria investigação sobre a cidade Paititi e sobre o planalto Pantiacolla desde os anos 50.

Os exploradores encontraram restos de um antigo Inca, bem como uma habitação pré-Inca aparentemente, eles também foram os primeiros a escalarem um outro pico tropical lendário, conhecido como “Llactapata”. No caminho de volta, eles atravessaram as remotas montanhas empoeiradas da Cordilheira de Lares e Lacco, de onde é possível ver o Rio Paucartambo e Mapacho. Os exploradores passaram por impressionantes locais Incas e finamente por construções Incas como o Tambocancha e Uncayoc.
Já em 1995, os exploradores descobriram imensos picos, que pareciam chegar a uma altura bastante incomum para montanhas tropicais além dos Andes. O local inteiro estava envolto no que parecia ser um espesso manto de vegetação verde. Mas infelizmente não era a cidade procurada.

Ao longo de muitos anos, Deyermenjian e sua equipe descobriram inúmeros sítios arqueológicos Incas desconhecidos, como fortalezas, pequenos centros de produção agrícola, vários cemitérios e cidades completamente preenchidas com centenas de construções, mas ainda não foram capazes de localizar o lendário Paititi.
Por enquanto, Paititi: A cidade do ouro perdida continua a ser um mito, mas Deyermenjian está convencido de que ele e sua equipe em breve experimentarão o prazer da descoberta de Paititi.

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos