As diferenças dos animes de Digimon e Pokemon

09:49


O final da década de 90 e início dos anos 2000, foi o auge da febre de Pokemon e Digimon. Tendo sido lançados e chegado ao Ocidente muito próximos um do outro e por terem certas semelhanças em alguns pontos a comparação foi inegável, e, por ter sido lançado e chegado depois, Digimon foi um pouco tachado de “imitação” de Pokemon, o que levou a algumas pessoas a acharem um melhor do que o outro, o que é um equívoco.
Em termos de franquia como um todo, principalmente nos jogos, não há dúvidas, que Pokemon ganha essa disputa com folga, até porque Pokemon é uma das maiores marcas em termos de produtos e games e isso é inegável, mas tratando-se dos animes de cada franquia, que era o que estava em comparação na época, não há o menor questionamento da superioridade de Digimon com Digimon Adventure.
O anime de Digimon é melhor que o de Pokemon, pois, primeiramente ele tem uma estória contínua e sequencial que em cada episódio há um avanço do enredo enquanto que Pokemon apresenta muitos episódios autolimitados que não contribuem para a jornada de Ash de ganhar insígnias de ginásios para chegar à Liga Pokemon da região ou muito menos desenvolvem personagens, o que é outro ponto a ser discutido.
 A diferença no desenvolvimento de personagens é outro fator determinante para a superioridade de Digimon, no qual percebe-se o crescimento da amizade entre o digiescolhido e seu parceiro e o amadurecimento conjunto de ambos, com momentos emocionantes. Pokemon, por sua vez, apresenta uma rasa amizade de Ash com seus pokemons (exceto Pikachu) e parceiros de viagem, que a cada região são trocados e, eventualmente, são largados pelo caminho e esquecidos, além disso, a cada nova região que se inicia Ash aparentemente perde toda sua experiência e maturidade prévias tanto é que não é à toa que até hoje ele tem 10 anos de idade.
Digimon não só tem uma estória central progressiva dividida em arcos, como também consegue apresentar os conflitos internos de cada protagonista e seu respectivo parceiro baseado em uma virtude que corresponde ao seu brasão, e, nesse sentido, ainda cria a simbologia com Kari e T.K. de um futuro e uma nova geração de luz e esperança, que são seus respectivos brasões, e vai ao encontro do fato desses personagens serem fundamentais para o grupo em momentos importantes. Ao passo que Pokemon limita-se a apresentar sempre  a mesma fórmula para cada episódio, sempre com um plano sabidamente falho da Equipe Rocket, que não representam ameaça nenhuma, protagonizando as cenas de humor do anime
Apesar de Pokemon também ser considerado um anime, é desleal a comparação em termos técnicos com outros animes, nesse caso, com Digimon Adventure, pois o anime de Pokemon sempre foi, na verdade, uma propaganda dos jogos voltada para crianças, por isso que, principalmente, nas primeiras temporadas, cada episódio era centrado em um novo pokemon. Nesse sentido, compreende-se a razão da simplicidade dessa animação e o fato de Ash ter 10 anos até hoje, já que seu público-alvo é pouco exigente com relação à elaboração de estória. Por outro lado, não há como não pensar em como seria bom uma produção de Pokemon bem feita voltada para um público mais velho, com um tom mais sério, com desenvolvimento de estória e personagens adequado, o que resulta apenas em um sentimento de tristeza e desperdício de um ótimo roteiro que já tem um ótimo guia, que é a jornada de conseguir insígnias para disputar e ganhar a Liga Pokemon para tornar-se um mestre pokemon
E você, já pensou em como seria Pokemon para um público mais velho? Comenta aí em baixo!

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos