Que tipo de experimento os alquimistas realizavam?

10:38

Vários, mas o principal era tentar transformar outros metais em ouro.



Vários, mas o principal era tentar transformar outros metais em ouro. Para os alquimistas da Idade Média, todos os materiais orgânicos e inorgânicos eram compostos de enxofre e mercúrio. Logo, alterando a proporção desses elementos em um corpo, seria possível transformar qualquer coisa. Eles também consideravam a participação de forças divinas nos fenômenos que observavam ou tentavam provocar. Apesar desse aspecto místico, essa forma de conhecimento veio a se tornar a raiz da química moderna, deixando como herança processos utilizados até hoje, como a destilação e o banho-maria.



Da nojeira à vida
Segundo os alquimistas, essa mistureba (e uma dose de boa vontade divina) poderia dar origem a um novo ser: um homenzinho de 12 cm de altura. O homúnculo” era uma das obsessões desses estudiosos. Nomes respeitados da área, como o suíço Paracelso, batalharam arduamente na fórmula, mas nunca obtiveram sucesso.

Cobaia pra quê?
Para criar o soro da imortalidade, eles procuraram no lugar certo: em plantas e ervas raras (origem de muitos remédios atuais). Em alguns casos, testavam em si mesmos as substâncias que obtinham. Má ideia: vários morreram, porque haviam criado (e ingerido) ácidos, venenos ou compostos como nitrato de prata.

Protegida em Gringotes?
A busca por esse artefato místico foi talvez o grande objetivo desses misteriosos pesquisadores. Ele teria a capacidade de transformar qualquer metal em ouro e proporcionar a vida eterna. A pesquisa só rendeu lendas. Entre elas, a de que o francês Nicolas Flamel teria encontrado a tal fórmula.

Resultados reais
Nem tudo foi loucura e fantasia. Por mais que muitos experimentos pareçam piada hoje em dia, a alquimia foi a base da química moderna. Além de ter inventado procedimentos muito utilizados hoje, como destilação, banho-maria, sublimação e trituração, foi através dela que a porcelana foi criada, por exemplo, na Mesopotâmia

Penico em chamas
Em 1669, o alemão Hennig Brandt começou a destilar xixi, acreditando que, por ser amarelo, contivesse ouro em sua fórmula. Mas a conclusão foi outra. A urina contém detritos orgânicos e fosfatos, compostos que pegam fogo facilmente quando em contato com carbono. O alquimista havia descoberto o fósforo!

Descoberta explosiva
Na imaginação da maioria das pessoas, a alquimia está ligada à Idade Média europeia. Mas ela começou bem antes, em civilizações como a grega, a romana e a egípcia. Estudiosos chineses descobriram a pólvora entre os séculos 9 e 10 com o mix de elementos acima, que, segundo o taoísmo, teria propriedades espirituais.
FONTES Livros O Tesouro dos Alquimistas, de Jaques Sadoul, e Alquimia em Três Dimensões, de Antonio Siqueira, e revistas SUPERINTERESSANTE, GUIA DO ESTUDANTE e Pesquisa Fapesp

You Might Also Like

0 comentários

alguem comentou ? AAAH obrigada por comentar !!!

Popular Posts

Postagem em destaque

As 14 Heroínas Mais Poderosas dos Quadrinhos

O mundo dos quadrinhos não é feito só de super-heróis. Na verdade uma das partes mais importantes deste universo fictício são mesmo as  s...

Posts mais vistos