Entenda o caso de Julia Gabriele, a adolescente brasileira que sofreu cyberbullying

14:59

A redação ficou em choque essa semana com mais um caso de cyberbullying contra uma adolescente. Desta vez com uma brasileira: a estudante Julia Gabriele, de 12 anos, foi vítima de cyberbullying promovido por algumas páginas de “humor” do Facebook: elas postaram fotos da garota e fizeram brincadeiras desagradáveis sobre seus pelos faciais.
 
 
Algumas pessoas descobriram o perfil de Julia, e as ofensas passaram das páginas de humor para seu perfil pessoal: elas enviaram fotos de instrumentos cortantes, pinças e aparelhos de depilação.
Antes de apagar sua conta no Twitter, Julia fez um apelo, pedindo que as pessoas parassem com a  maldade que estavam fazendo com ela. Leia os tweets da garota (de baixo para cima):
 
 
 
Twitter Julia Gabriele
 
Muitas pessoas acham que estão protegidas por estarem atrás de uma tela de computador e, por isso, podem praticar o cyberbullying sem arcar com as consequências. Elas estão erradas!
Com o avanço tecnológico e as ferramentas certas, muitos bullies estão sendo descobertos e, incriminados. Sim, bullying e cyberbullying são crimes! O  Dr. Victor Auilo Haikal, advogado especialista em Direito Digital, aconselha quem sofre cyberbullying a guardar e-mails, fazer prints de tela e salvar páginas da internet que contenham ofensas ou vestígios de que houve alguma atividade criminosa.
 
Em seguida, é necessário contatar a  Delegacia de Polícia Civil mais próxima  para que sejam tomadas as providências adequadas.
 
SUPERAÇÃO
Diversas blogueiras, superqueridas pelo público, também já sofreram nas mãos de outras pessoas maldosas. Confira os depoimentos abaixo e saiba de que forma elas superaram as críticas e os julgamentos dos bullies:
 
 
Diversas blogueiras, superqueridas pelo público, também já sofreram nas mãos de outras pessoas maldosas. Confira os depoimentos abaixo e saiba de que forma elas superaram as críticas e os julgamentos dos bullies:
Lia CamargoLia Camargo – Blogueira do Just Lia
Os tempos de colégio podem ser difíceis se você der mais atenção ao bullying do que aos momentos felizes na companhia dos amigos verdadeiros. Tenha sempre o foco em coisas que você gosta, pois coisas boas atraem mais coisas boas! Muitos bullies nem sabem a gravidade daquilo que estão fazendo e das marcas que podem deixar. Hoje tenho ex-bullie que lê meu blog e me acha o máximo. Quem sabe se ele tivesse concentrado as energias em coisas legais também poderia ser uma pessoa admirável hoje, né?!


 
Lu FerreiraLu Ferreira – Blogueira do Chata de Galocha
Era gordinha e zoada no colégio por conta disso. Os apelidos eram tipo Bola Sete, Baleia Assassina, coisa de criança, mas que machucava, viu? Na adolescência fiz dieta, emagreci e aprendi que tenho que me alimentar bem para ter o corpo que quero. Hoje posto meus looks do dia e makes favoritas no blog sem medo nenhum, estou 100% feliz com minha imagem!


 
Lethicia PompeuLele Pompeu – Blogueira do Lele Pompeu
Usava óculos e aparelho, passei a usar lente, tirei o aparelho, meu sorriso ficou incrível e quem falava de mim, acabou me admirando e vendo que minha beleza ia além desses acessórios. Tanto um quanto o outro fizeram o bem para mim, tanto é que hoje uma das coisas que mais gosto em mim é o meu sorriso e aprendi a me adaptar com as lentes de contato.


 
Victoria SiqueiraVictoria Siqueira – Blogueira do Borboletando Quando eu tinha uns 14 anos, um menino que gostava de mim ficou superbravo por eu não querer nada com ele. Ele se uniu a uma menina da minha sala que odiava o fato de eu ser mais popular que ela na escola. Eles passaram a inventar boatos pesadíssimos sobre mim. Com isso, quase toda a escola, e até professores, ficaram contra mim. Era terrível ter que ir para escola e ficar isolada, ou andar pela escola e ser xingada. No ano seguinte, troquei de colégio e nunca mais tive notícia deles. Uns 6 anos depois, quando começou a febre do Orkut, o tal menino me adicionou e quis pedir desculpas. Até saímos para jantar e conversar um tempo depois.




 
Outro exemplo de superação é a diva Demi Lovato (a Julia é superfã dela!). Ela é uma das artistas mais engajadas no combate a esse tipo de violência, pois, quando era mais nova, Demi recebeu críticas superduras por estar um pouco acima do peso “Eles me chamavam de prostituta e diziam que eu era gorda e feia. Eu não deveria ter escutado, mas eu levava isso para o coração e doeu. Pensei que talvez eu não tivesse amigos, porque eu era muito gorda“.
Foi quando Demi começou a ter problemas com doenças relacionadas à alimentação e passou a se automutilar.
 
 
 



Em uma entrevista, Demi contou que “algumas pessoas me procuram para dizer que foram testemunhas de bullying. [...] Acho terrível as crianças terem que passar por isso. Eu tenho uma irmã pequena numa escola particular e não gostaria que ela sofresse isso, realmente fico preocupada“.
 
Depois dessa época turbulenta em sua vida, Demi passou por um período de rehab e começou a se aceitar. Atualmente a diva diz que sua “vingança” contra as pessoas que a maltrataram é ajudar aqueles que ainda sofrem com qualquer tipo de crítica e preconceito.
 
 
 

You Might Also Like

0 comentários

alguem comentou ? AAAH obrigada por comentar !!!

Popular Posts

Postagem em destaque

As 14 Heroínas Mais Poderosas dos Quadrinhos

O mundo dos quadrinhos não é feito só de super-heróis. Na verdade uma das partes mais importantes deste universo fictício são mesmo as  s...

Posts mais vistos