Plesiossauro, O Gigante dos Mares

09:58


Os seres pré-históricos viveram na terra por milhões de anos, sendo que a classe dominante por maior tempo foi a dos grandes répteis, terrestres e aquáticos.

No capitulo de hoje, vamos conhecer o famoso gigante dos mares, Plesiossauro.



Reino: Animalia


Filo: Chordata


Classe: Reptlia


Ordem: Plesiossauria


1) Quem é?

O Plesiossauro é um extinto réptil sauropterígio De tamanho moderado em relação a seus parentes, media cerca de 3,5 m de comprimento e pesava 450 kg.
Possuía cabeça pequena e estreita, pescoço delgado e corpo amplo. Os dois pares de longas nadadeiras eram os responsáveis por mover o animal através da água, sendo a cauda curta demais para ter muita utilidade. O pescoço longo, usado como leme, também permitia ao plesiossauro aproximar-se de cardumes discretamente, enquanto os dentes afiados funcionavam como uma armadilha para peixes e belemnites (moluscos semelhantes a lulas).



2) De Onde Veio?

O Gigante dos mares foi um dos primeiros fósseis encontrados da classe Plesiossauria, tanto que dele originou o nome da mesma, na era Vitoriana, e na época foi chamado de "quase dinossauro". Ele foi encontrado em uma camada de rochas na Inglaterra, mas ele com certeza deve ter vagado por vastos mares no início do Jurássico, entre 200 e 175 milhões de anos atrás.



3) Comportamento

Os indivíduos jovens viveriam em estuários antes de mudarem-se para o mar aberto, porém não se sabe se o plesiossauro botava ovos em terra, como as tartarugas-marinhas, ou dava à luz seus filhotes no mar. Seus membros transformados em remos dificilmente conseguiriam locomovê-lo por distâncias longas em terra firme. 

É mais provável que o plesiossauro pudesse rastejar apenas por águas rasas, onde seu corpo, ainda que não submerso o suficiente para flutuar, contaria com a ajuda da água para suportar parte de seu peso. Além disso, o pescoço era pouco flexível e não poderia sustentar-se sozinho fora d'água.

Mary Anning, paleontóloga inglesa, foi quem primeiro encontrou um esqueleto completo de plesiossauro, em 1823. A espécie Plesiosaurus dolichodeirus foi nomeada e descrita no ano seguinte. Com outros gêneros semelhantes descritos posteriormente, o plesiossauro emprestou seu nome à ordem Plesiosauria, grande grupo de répteis marinhos do Mesozoico.


Algumas Diferenças 

Enquanto alguns plesiossauros foram predadores com cabeças grandes, outros tinham crânios pequenos e pescoços muito longos. Um grupo de plesiossauros, os Elasmossauros tinham pescoço maior que 5 metros de comprimento. 

A maioria dos plesiossauros de pescoço longo alimentava-se de peixes e moluscos, embora alguns possam ter se alimentado de invertebrados do fundo do mar, e outros talvez predavam répteis marinhos. Ambos os plesiossauros, de pescoço curto e longo, foram extintos no final do Cretáceo.


Pescoçudos 

Elasmosaurus tinham 72 vértebras no pescoço, mais do que outros plesiossauros, ou até mesmo qualquer outro animal. Estudos das vértebras dos plesiossauros indicam que seus pescoços eram pouco flexíveis, mas especialistas ainda estão incertos de como ele o usavam. Elasmosaurus poderia se aproximar de um cardume de peixes e usar seu pescoço para enfiar sua cabeça entre eles, ou ele poderia escorregar vagarosamente no fundo do mar usando o seu pescoço para alcançar e retirar os invertebrados que ali habitavam.




Característica Interessante 

Um grupo de plesiossauros de pescoço longo, os Criptoclidídeos tinham numerosos dentes semelhantes a uma agulha. Estes eram provavelmente usados como um aparato filtrador para capturar pequenos peixes e camarões nadadores. Os criptoclidídeos deveriam fechar sua boca em um grupo d presas e então expulsar a água para fora com sua língua. Todos os pequenos animais ficariam presos na sua boca pela rede formada pelos dentes.

You Might Also Like

0 comentários

Mais Lidas

Postagem em destaque

E Se Prety Little Liars Fosse Brasileira? (Versão Globo)

Já fizemos esse post aqui, porém no modo SBT (isso é, usando atores jovens do SBT) agora vamos fazer usando os da Globo.inc. Você já pensou...

Posts mais vistos